terça-feira, 26 de setembro de 2017

Olheiro: Basaksehir

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser analisada a equipa dos turcos do Basaksehir, orientada pelo técnico Abdullah Avci, que é o adversário do Sporting Clube de Braga no segundo jogo da fase de grupos da Liga Europa.
O Istanbul Basaksehir Futbol Kulübü é uma equipa teoricamente mais fraca que o Sporting de Braga, mas, ainda assim, apresenta alguns jogadores com muito experiência ao nível das competições europeias como, por exemplo, Gaël Clichy, Inler, Kerim Frei, Eljero Elia ou Emmanuel Adebayor. Mesmo com estes nomes sobejamente conhecidos pelos adeptos, o Sporting de Braga é favorito à conquista dos três pontos que lhe garantam alguma tranquilidade na fase de grupos da segunda maior competição da UEFA. Neste jogo entre turcos e portugueses convém destacar o regresso de Márcio Mossoró a Braga, onde foi um dos melhores jogadores do clube arsenalista, e de Júnior Caiçara, que em Portugal representou o Gil Vicente. 
Para conseguir causar problemas ao clube minhoto, o técnico turco Abdullah Avci vai construir um onze titular de grande experiência europeia e qualquer jogador da equipa turca poderá causar danos na equipa portuguesa, treinada por Abel Ferreira. Abdullah Avci irá montar a sua equipa num esquema tático de 4x2x3x1, onde irá querer surpreender o Sporting de Braga em transições ofensivas, assim que recuperar a bola. Mas vamos por partes. Na baliza, o Basaksehir deverá alinhar com o guarda-redes turco Volkan Babacan e à sua frente o quarteto defensivo deverá composto pelo brasileiro Júnior Caiçara no lado direito e pelo experiente futebolista francês Gaël Clichy no lado esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais do clube turco deverá ser constituída pelo camaronês Aurélien Chedjou e pelo luso-marroquino Manuel da Costa. 
Resultado de imagem para marcio mossoro basaksehirLogo a seguir, na zona do meio-campo, o Basaksehir deverá jogar com o experiente jogador turco, de 37 anos de idade, Emre Belözoglu na posição de médio-defensivo, enquanto que o suíço Gökhan Inler deverá desempenhar a função de número 8 na equipa turca. 
Nos dois flancos, o clube turco deverá alinhar com o turco Kerim Frei no lado direito e com o holandês Eljero Elia no lado esquerdo, de forma a darem mais profundidade, criatividade e velocidade aos respetivos flancos e para apoiarem os dois homens que jogarão na frente de ataque da equipa otomana, orientada por Abdullah Avci. Por fim, na frente de ataque, o Basaksehir deverá alinhar com dois homens no ataque, sendo que Márcio Mossoró, que já jogou em Portugal, deverá atuar como segundo avançado no apoio ao experiente ponta-de-lança togolês, de 33 anos de idade, Emmanuel Adebayor. 
No que toca ao duelo nos bancos, Abdullah Avci, que passou por muitos clubes turcos, como Galatasaray, Istanbul BB ou, até mesmo, pela Seleção da Turquia, parte em desvantagem, na experiência europeia, com o seu homólogo português Abel Ferreira, que tem cinco jogos já disputados na Liga Europa esta época. Ainda assim, Abdullah Avci tentará de tudo para tentar ultrapassar a difícil equipa arsenalista. Como português, espero que o Sporting de Braga possa vencer os turcos, porque são precisos pontos para o ranking da UEFA.                  

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Samaris arrisca 4 jogos; Plano anti-Barça; Sérgio Conceição: «Vamos mostrar a grandeza do FC Porto». 

 Record A Bola O Jogo

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Olheiro: FC Basel 1893

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser analisada a equipa dos suíço do FC Basel 1893, ou como se diz cá em Portugal o Basileia, que é o segundo adversário do Sport Lisboa e Benfica, a contar para a fase de grupos da UEFA Champions League, depois da derrota caseira diante do CSKA de Moscovo. 
Este FC Basel 1893 aparenta ser a equipa mais frágil deste Grupo A, mas os adeptos não se devem iludir porque esta equipa suíça nunca vira a cara à luta e tentar sempre ganhar todos os jogos em que participa, seja com o Manchester United ou com alguma equipa helvético do seu campeonato. 
Raphaël Wicky, antigo futebolista do Atlético de Madrid na época de 2000/2001, muito provavelmente irá utilizar o esquema tático de 3x4x3 com que jogou frente ao Manchester United e irá construir uma equipa do Basileia que possa causar alguns dissabores ao conjunto encarnado, treinado pelo professor Rui Vitória, onde se destacam quatro nomes bem conhecidos dos adeptos: Tomás Vaclík, Éder Balanta, Taulant Xhaka e Ricky van Wolfswinkel. Mas vamos por partes.  
Na baliza, o FC Basel 1893 deverá alinhar com o guarda-redes checo Tomás Vaclík e à frente do guardião internacional checo o tridente defensivo deverá ser composto pelo também checo Marek Suchý como defesa-central pela direita, pelo suíço Manuel Akanji pela esquerda e pelo experiente central colombiano Éder Balanta a jogar no centro deste trio da defesa. 
Resultado de imagem para van wolfswinkel baselLogo a seguir, na zona do meio-campo, os suíços do FC Basel 1893 deverão jogar com o sueco Alexander Fransson como médio-defensivo, enquanto que o suíço Luca Zuffi deverá alinhar na posição de número 8 da equipa de Raphaël Wicky. Nos flancos, o albanês Taulant Xhaka deverá alinhar no lado direito e o italiano Raoul Petretta deverá jogar no lado esquerdo, criando uma linha de quatro homens no meio-campo quando estão ao ataque e uma linha de cinco homens na defesa, quando Petretta e Xhaka recuam nos seus respetivos flancos.              
Por fim, no ataque, o Basileia deverá alinhar com três jogadores na frente de ataque, para tentarem marcar ao Benfica, onde o suíço Neftali Manzambi deverá atuar no lado direito e o argentino Matías Delgado deverá jogar no lado esquerdo, de forma darem mais velocidade e criatividade aos dois flancos, ajudando também Petretta e Xhaka, e apoiando o ponta-de-lança de serviço que deverá ser o holandês Ricky van Wolfswinkel, que já jogou em Portugal quando representou o Sporting CP. 
No que toca ao duelo nos bancos, Raphaël Wicky, que já foi treinador-adjunto na Seleção de Sub-20 da Suíça e treinador principal nas camadas jovens do Basileia, parte em grande desvantagem, em relação a Rui Vitória, no que diz respeito à experiência em jogos europeus. Ainda assim, o técnico suíço quererá conquistar os três pontos e não terá medo de utilizar os jogadores certos para surpreender o conjunto português de Rui Vitória.      

OFICIAL: Besnik Hasi já não é treinador do Olympiacos

Resultado de imagem para besnik hasi olympiacos 

É oficial: Besnik Hasi, treinador albanês, de 45 anos de idade, deixou o comando técnico do gregos Olympiacos, depois da derrota por 2-3 diante do AEK Atenas, que colocou o crónico campeão grego a cinco pontos da equipa amarela e preta que lidera o campeonato helénico, de acordo com o jornal desportivo português A Bola. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, na UEFA Champions League as coisas também não estão famosas, depois de perder o primeiro jogo, em casa, diante do Sporting por 2-3, ficando em último lugar do respetivo grupo. De referir ainda que, além do Olympiacos, Besnik Hasi já havia treinado os belgas do Anderlecht e os polacos do Légia de Varsóvia. 


Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Quem poderá ser o sucessor do técnico albanês no crónico campeão grego? Comentem.  

Raúl Jiménez na mira do Everton

Resultado de imagem para raul jimenez 2017

De acordo com o jornal desportivo português A Bola, Raúl Jiménez, ponta-de-lança mexicano, de 26 anos de idade, que alinha no Sport Lisboa e Benfica, está na mira do Everton para reforçar a zona ofensiva dos Toffees. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, o Everton procura um avançado para fazer esquecer Romelu Lukaku, que abandonou Goodison Park para rumar ao Manchester United, treinado por José Mourinho. De referir ainda que, além da Raúl Jiménez, o Everton também tentou contratar o costa-marfinense Seydou Doumbia e o francês Olivier Giroud, mas sem sucesso. 


Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Raúl Jiménez seria uma excelente contratação para o Everton? Comentem.  

Olheiro: Barcelona

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser abordada a equipa do todo-poderoso Barcelona, treinada por Ernesto Valverde, e que é o adversário do Sporting Clube de Portugal no segundo jogo da fase de grupos a contar para a UEFA Champions League. 
A equipa do Barcelona é aquele tipo de equipa que dispensa qualquer tipo de apresentações, mas com a saída do brasileiro Neymar será interessante ver como é que a equipa catalã vai reagir na Liga dos Campeões. 
Ainda assim, Ernesto Valverde  tem ao seu dispor uma conjunto de grandes futebolistas como, por exemplo, Luis Suárez, Deulofeu, Piqué, Nélson Semedo, Iniesta ou o inevitável Lionel Messi para causar grandes problemas ao conjunto verde e branco, orientado por Jorge Jesus. Para este jogo de Alvalade, Valverde não irá contar com o francês Ousmane Dembélé que se encontra lesionado e que só recuperará em 2018. E portanto, o experiente técnico espanhol terá de construir um onze para fazer frente aos leões, onde escolher os jogadores é a principal dificuldade de Ernesto Valverde, dada a quantidade de jogadores talentosos que há no plantel blaugrana. Mas vamos por partes. 
Na baliza, o Barcelona deverá alinhar com o guarda-redes alemão Marc-André ter Stegen e à frente do internacional germânico o quarteto defensivo deverá ser composto pelo português Nélson Semedo (ex-Benfica) no lado direito e pelo espanhol Jordi Alba no lado esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais deverá ser constituída por Gerard Piqué e por Samuel Umtiti (mas não seria estranho se jogasse Javier Mascherano no lugar de Umtiti). 
Resultado de imagem para lionel messi 2017 2018Logo a seguir, na zona do meio-campo, o todo-poderoso Barcelona deverá alinhar com três homens nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, onde o espanhol Sergio Busquets deverá desempenhar a função de médio-defensivo na equipa culé, sendo que o experiente André Iniesta deverá jogar como médio interior direito e o croata Iván Rakitic deverá atuar como médio interior esquerdo.
Por fim, na frente de ataque, o Barcelona, de Ernesto Valverde, deverá, quase de certeza, jogar com três futebolistas no ataque, sendo que Gerard Deulofeu deverá jogar no lado esquerdo e o inevitável Lionel Messi deverá atuar no lado direito, de forma a darem mais profundidade e velocidade aos respetivos flancos e apoiarem o ponta-de-lança de serviço que deverá ser o uruguaio Luis Suárez, visto que Paco Alcácer não conta para este jogo. No que toca ao duelo nos bancos, Ernesto Valverde, que já orientou Athletic Bilbao, Espanyol, Olympiacos, Valência e Villarreal, parte em pé de igualdade com o técnico leonino Jorge Jesus no que toca à experiência europeia, quer na Liga dos Campeões, quer na Liga Europa. 
Tanto o técnico espanhol, como o seu homólogo português irão fazer de tudo para ganhar o jogo e os adeptos verde e brancos esperam que seja o Sporting a levar de vencido o todo-poderoso Barcelona de Lionel Messi e companhia.                 

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Talismã; André Gomes: «Jogar no Barcelona não é para todos»; João Moutinho: «FC Porto joga sempre a pensar no golo». 

 Record A Bola O Jogo