quarta-feira, 25 de junho de 2014

Bósnia-Herzegovina derrota o Irão num jogo quase "a feijões"

Bósnia Herzegovina vs. Irão

BÓSNIA-HERZEGOVINA 3-1 IRÃO
(Dzeko 23', Pjanic 59' e Vrsajevic 83'; Reza 82')

Hoje, no Arena Fonte Nova, a Bósnia-Herzegovina derrotou o Irão num jogo quase "a feijões", mas ambas as equipas acabaram por cair na fase de grupos. O destaque desta partida vai, claramente, para o domínio exercido pela Bósnia-Herzegovina sobre o Irão, treinado pelo técnico português Carlos Queiroz. 


GOLOS

23' - BÓSNIA-HERZEGOVINA: Golo de Edin Dzeko - O ponta-de-lança do Manchester City remata cruzado com o pé esquerdo e à terceira tentativa consegue bater o guarda-redes iraniano Alireza Haghighi. Estava feito o 1-0.  

59' - BÓSNIA-HERZEGOVINA: Golo de Miralem Pjanic - Num remate executado com o seu poderoso pé direito, Miralem Pjanic bate o guarda-redes iraniano, que jogou no Sporting da Covilhã, e acabou por aumentar a conta para 2-0. 

82' - IRÃO: Golo de Reza Ghoochannejhad - Numa desatenção da defesa da Bósnia-Herzegovina, o experiente Javad Nekounam, dentro da área bósnia, assiste o ponta-de-lança iraniano Reza Ghoochannejhad e coloca a bola na baliza de Begovic, reduzindo o resultado para 2-1. 

83' - BÓSNIA-HERZEGOVINA: Golo de Avdija Vrsajevic - Ainda os adeptos iranianos estavam a festejar o golo de Reza quando, num contra-ataque letal da Bósnia-Herzegovina, Vrsajevic atirou com força para a baliza de Alireza Haghighi, fazendo a bola embater no poste antes de entrar, acabando por fazer o 3-1 final.


DESTAQUES

Edin Dzeko - O jogador do Manchester City deu muito trabalho à frágil defesa do Irão, antes de sair. Claramente é o homem do jogo. 

Miralem Pjanic - A par de Dzeko, Pjanic também causou alguns calafrios aos iranianos. 

Alireza Haghighi - O guarda-redes do Sporting da Covilhã tentou evitar os golos da Bósnia-Herzegovina, mas falhou a sua missão. 

Reza Ghoochannejhad - Este avançado iraniano foi o autor do primeiro e único golo do Irão no Mundial de 2014. 

Oceano Cruz - Esta pessoa não mostrou o mínimo de educação ao chamar filho da p*** a um jogador (não sei se foi a um bósnio ou a um iraniano). 



Homem do jogo da parte da Bósnia-Herzegovina: Edin Dzeko  
Homem do jogo da parte do Irão: Reza Ghoochannejhad        

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.