sexta-feira, 11 de julho de 2014

Grandes Lendas: Abel Xavier

              
        


Conhecido por usar penteados extravagantes a condizer com o seu estilo também extravagante, este jogador foi um dos bons laterais-direitos que Portugal já viu jogar no mundo do futebol em grandes clubes europeus, no auge da sua carreira. O seu nome é Abel Xavier. 


DE ALVALADE PARA A REBOLEIRA 
No dia 30 de Novembro de 1972 nasceu em Nampula, cidade situada em Moçambique, Abel Luís da Silva Costa Xavier, mas conhecido como Abel Xavier, no mundo do futebol. Abel Xavier começou a sua carreira no mundo do futebol na formação do Sporting Clube de Portugal, onde foi colega de jogadores portugueses promissores como, por exemplo, Paulo Torres, João Oliveira Pinto ou Luís Figo. Nas camadas jovens dos "leões", Abel Xavier ganhou um Campeonato Nacional de Juniores B, em 1986/1987. Depois de abandonar o Sporting Clube de Portugal, Abel Xavier rumou até ao Estádio da Reboleira para assinar contrato com o modesto Estrela da Amadora, onde partilhou o balneário com futebolistas como Pedro Barny, Bobó, Paulo Bento, Ricky ou Jordão. Ao serviço do Estrela da Amadora, Abel Xavier jogou 26 jogos, mas não apontou nenhum golo pelos "tricolores" de Portugal, no Estádio José Gomes. O lateral-direito português, de origem moçambicana, permaneceu três épocas no Estrela da Amadora (1989/1990, 1990/1991, 1991/1992). A nível de troféus conquistados, Abel Xavier conquistou uma Taça de Portugal pelo Estrela da Amadora.   


MUDANÇA PARA A LUZ 
Depois de sair do Estádio da Reboleira, Abel Xavier rumou até ao Estádio da Luz, onde assinou contrato com o outro clube da 2ª Circular e arquirrival do Sporting CP - o Sport Lisboa e Benfica. No clube da Luz, Abel Xavier partilhou o balneário com craques da bola como, por exemplo, Stefan Schwarz, Paulo Madeira, Rui Costa, João Vieira Pinto, António Veloso, Claudio Caniggia, Michel Preud'homme ou César Brito. Enquanto foi jogador do Benfica, Abel Xavier jogou, na totalidade, 66 jogos, tendo marcado 5 golos pelos "encarnados". Ao serviço do Benfica, Abel Xavier conquistou 1 Taça de Portugal e 1 Campeonato português.         








ITÁLIA - PARTE I 
Na temporada 1995/1996, Abel Xavier despediu-se do Benfica e viajou até Itália onde rubricou um contrato com o modesto clube italiano Bari. No balneário deste clube transalpino, Abel Xavier foi colega de jogadores como, por exemplo, o brasileiro Gérson Caçapa, o colombiano Míguel Guerrero ou os suecos Klas Ingesson e Kennet Andersson. Como jogador do Bari, Abel Xavier realizou, apenas, 8 partidas e não marcou nenhum golo, tendo sido treinado pelo italiano Giuseppe Materazzi, treinador que viria a treinar o Sporting CP na época 1999/2000. Com as cores do Bari, o lateral-direito português não ganhou nenhum título de renome.







DE ESPANHA À HOLANDA 
Depois da experiência fracassada em Itália, no Bari, Abel Xavier rumou ao país de nuestros hermanos para representar o também modesto Real Oviedo, onde permaneceu duas épocas (1996/1997, 1997/1998). Na equipa do Oviedo, Abel Xavier foi companheiro de jogadores como Paulo Bento, Peter Dubovsky, Fernando Gamboa ou Joyce Moreno. Na totalidade, Abel Xavier jogou 58 jogos pelo Real Oviedo, mas não marcou nenhum e não conquistou nenhum título desportivo. A seguir na temporada 1998/1999, Abel Xavier foi para a Holanda para assinar pelo PSV Eindhoven, onde foi colega de jogadores como, por exemplo, Jorginho Paulista, Stan Valckx ou Ruud van Nistelrooy. Ao serviço do PSV, Abel Xavier jogou 6 jogos, tendi sido treinado por Sir Bobby Robson. Pelo PSV Eindhoven, Abel Xavier ganhou 1 Johan Cruijff Schaal. 



AVENTURA EM "TERRAS DE SUA MAJESTADE" 
Depois de passar pelo "país das tulipas", Abel Xavier rumou até Inglaterra, mas concretamente até à cidade de Liverpool, onde assinou contrato com o Everton. No clube da "Cidade dos Beatles", Abel Xavier jogou, no total, 33 jogos e não marcou nenhum golo. No clube de Goodison Park, o lateral nacional não ganhou nenhum título e partilhou o balneário com jogadores como, por exemplo, Slaven Bilic, Mark Hughes, Alessandro Pistone ou Tobias Linderoth. Permaneceu no Everton durante três épocas e meia (1999/2000, 2000/2001, 2001/2002). A meio da época 2001/2002, Abel Xavier abandonou o Everton e rumou até ao rival Liverpool, onde foi colega de grandes jogadores como, por exemplo, Jerzy Dudek, Steven Gerrard, Robbie Fowler, Michael Owen ou Nicolás Anelka. Como jogador dos "Reds", Abel Xavier jogou, na totalidade, 40 jogos e marcou dois golos, tendo conquistado 1 Supertaça Europeia, 1 Community Shield e 1 Football League Cup. Permaneceu duas épocas e meia em Anfield Road (2001/2002, 2002/2003). 



PASSAGEM POR TURQUIA E ALEMANHA
A meio da época 2002/2003, Abel Xavier desvinculou-se do Liverpool e rumou até à Turquia, onde representou o Galatasaray, onde partilhou o relvado com futebolistas como Faryd Mondragón, Frank de Boer ou brasileiro Christian. Pelo Galatasaray, Abel Xavier realizou, na totalidade, 5 jogos pela equipa "otomana", não tendo ganho nenhum título naquele país. Na temporada seguinte, em 2003/2004, Abel Xavier viajou para a Alemanha para representar o Hannover 96, clube onde jogou ao lado de nomes como, por exemplo, Marc Ziegler, Blaise Nkufo, Jan Simak ou Per Mertesacker, não tendo conquistado nenhum troféu desportivo de renome na Alemanha.    


ITÁLIA - PARTE II E REGRESSO A INGLATERRA 
Na época 2004/2005, Abel Xavier regressou a Itália para representar a AS Roma, onde jogou com jogadores como, por exemplo, Ivan Pelizzoli, Philippe Mexès, Traianos Dellas, Francesco Totti ou Antonio Cassano. Ao serviço da AS Roma, Abel Xavier jogou, apenas, 4 jogos e não marcou nenhum golo. Também não ganhou nenhum título desportivo. 
Na época seguinte, em 2005/2006, Abel Xavier voltou a Inglaterra para assinar contrato pelo Middlesbrough e partilhou o balneário com jogadores como, por exemplo, Rochemback, Hasselbaink, Gaizka Mendieta ou Mark Schwarzer. Nas duas épocas no Boro (2005/2006, 2006/2007), Abel Xavier jogou, no total, 36 jogos e apontou, apenas, 1 golo. 







ACABAR NOS "STATES"
Ainda na época 2006/2007, Abel Xavier abandonou o Middlesbrough e rumou até aos Estados Unidos da América para ter uma "reforma dourada" e assim poder "pendurar as botas". Assinou pelo Los Angeles Galaxy, onde foi colega de equipa de jogadores como, por exemplo, David Beckham, Landon Donovan ou Steve Cronin. Na primeira época no Los Angeles Galaxy, Abel Xavier jogou 30 jogos e marcou, apenas, 1 golo. Nos EUA também não ganhou nenhum troféu desportivo no futebol de onze. 











REGULAR NA SELEÇÃO NACIONAL 
Ao serviço da Seleção Nacional, Abel Xavier registou 20 internacionalizações e marcou, apenas, 2 golos. Com a Seleção principal de Portugal, Abel Xavier esteve presente no Campeonato da Europa de 2000, realizado na Bélgica e na Holanda, esteve presente no Mundial de 2002 e esteve na fase de qualificação para os Mundiais de 1998 e 1994, realizados em França nos EUA, respetivamente. Pelos Seleção Sub-21 jogou no Europeu de 1994 e nos Sub-20 jogou o Mundial de 1991, que foi ganho frente ao Brasil em pleno Estádio da Luz. 

Atualmente, com 41 anos, Abel Xavier permanece ainda ligado ao mundo do futebol, depois de ter treinado o Olhanense no início da época 2013/2014. 






Qual é a vossa opinião acerca deste antigo jogador? Abel Xavier foi, de facto, um grande jogador? Poderá vir a ser um bom treinador? Comentem. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.