quarta-feira, 17 de agosto de 2016

O que é feito de... Patrick Vieira

 

Foi um dos melhores médios-defensivos que passou pelo futebol francês e pelo futebol inglês, onde foi sempre muito feliz, e era um autêntico muro de betão que sabia destruir o jogo dos adversários como poucos o fazem hoje. Dono de uma impressionante envergadura física, este grande jogador era fortíssimo no jogo aéreo, graças aos seus 1,93 metros de altura, tinha um potente remate de longa distância, possuía uma excelente capacidade de passe, fosse curto ou longo, possuía também uma excelente visão de jogo e tinha um enorme espírito de liderança dentro das quatro linhas, tendo sido um dos melhores capitães de um grande clube inglês. O seu nome é Patrick Vieira. 


DE CANNES PARA MILÃO
Nascido no dia 23 de Junho de 1976, na cidade senegalesa de Dakar, capital do Senegal, Patrick Donalé Vieira deu início à sua carreira de jogador de futebol profissional, na temporada de 1993/1994, no modesto clube francês Association Sportive de Cannes Football, onde privou com vários jogadores de futebol como, por exemplo, Didier Otokoré, Kader Ferhaoui, Tal Banin ou Gábor Márton, tendo sido treinado por dois treinadores na primeira época na cidade de Cannes: Luis Fernández e Erik Mombaerts. Ao serviço dos franceses do Cannes, Patrick Vieira jogou, na totalidade, 61 jogos e apontou cerca de 4 golos, mas não venceu nenhum título por este modesto clube gaulês. Vieira permaneceu em Cannes durante três épocas e meia (de 1993/1994 até 1995/1996). A meio da temporada de 1995/1996, Patrick Vieira rumou até Itália, para a cidade de Milão, onde assinou contrato com o todo-poderoso AC Milan. Na sua passagem por San Siro, Patrick Vieira partilhou o balneário com grandes nomes do futebol mundial como, por exemplo, Paolo Maldini, Franco Baresi, Zvonimir Boban, Massimo Ambrosini, George Weah, Roberto Baggio ou Paulo Futre, tendo sido treinado por dois treinadores muito experientes: Fabio Capello e Óscar Tabárez. Como jogador dos italianos do AC Milan, Patrick Vieira jogou, no total, 5 jogos e não marcou qualquer golo, tendo conquistado 1 Serie A. 

       

REI NO MEIO-CAMPO DOS GUNNERS 
Na época seguinte, em 1996/1997, Patrick Vieira deixou Itália e rumou até ao futebol inglês, onde assinou contrato com o Arsenal, onde privou com grandes futebolistas como, por exemplo, David Seaman, Martin Keown, Ray Parlour, Ian Wright, Dennis Bergkamp ou Nicolas Anelka, tendo sido treinado por três treinadores: Stewart Houston, Pat Rice e Arsène Wenger (este último treinou-o durante muitos anos no clube inglês). Tornando-se imprescindível no meio-campo do Arsenal, Patrick Vieira realizou, na totalidade, 405 jogos e apontou cerca de 33 golos, tendo festejado a conquista de 3 Premier League, 4 FA Cup e 4 Community Shield. Patrick Vieira permanece no Highbury Park/Emirates Stadium ao longo de nove temporadas consecutivas (de 1996/1997 até 2004/2005) tendo sido o capitão da equipa londrina ao longo da sua permanência nos Gunners.


REGRESSO AO FUTEBOL ITALIANO
Após nove épocas seguidas a representar os ingleses do Arsenal, Patrick Vieira regressou ao futebol italiano, na época de 2005/2006, para assinar contrato com a Juventus, onde privou com vários monstros sagrados como, por exemplo, Gianluigi Buffon, Fabio Cannavaro, Emerson, Rubén Olivera, Mauro Camoranesi, Zlatan Ibrahimovic, Alessandro Del Piero, David Trezeguet, Adrian Mutu ou Pavel Nedved, tendo sido orientado por Fabio Capello. Ao serviço da Vecchia Signora, Patrick Vieira jogou, na totalidade, 42 jogos e apontou cerca de 5 golos, mas não venceu qualquer título desportivo pelo conjunto bianconero. Na época seguinte, em 2006/2007, Patrick Vieira regressou à cidade de Milão, onde chegou a jogar pelo AC Milan, mas para jogar, agora, pelo arquirrival Inter de Milão, privando com grandes nomes do futebol como, por exemplo, Francesco Toldo, Júlio César, Maicon, Marco Materazzi, Luís Figo, Mariano González, Hernán Crespo, Adriano, Álvaro Recoba ou Lampros Choutos, tendo sido treinado, na primeira época, por Roberto Mancini. Ao serviço do conjunto nerazzurro, Patrick Vieira jogou, na totalidade, 91 jogos e marcou cerca de 6 golos, tendo conquistado 4 Serie A, 1 Taça de Itália, 1 Supertaça de Itália, 1 UEFA Champions League e 1 Campeonato do Mundo de Clubes. Vieira permaneceu no Giuseppe Meazza ao longo de quatro épocas e meio (de 2006/2007 até 2009/2010).

       

NOVO REGRESSO A INGLATERRA E FIM DA CARREIRA
A meio da temporada de 2009/2010, Patrick Vieira regressou ao futebol inglês, onde assinou pelo todo-poderoso Manchester City, privando, assim, com grandes jogadores de futebol como, por exemplo, Shay Given, Sylvinho, Vincent Kompany, Pablo Zabaleta, Martin Petrov, Nigel de Jong, Vladimir Weiss, Carlos Tévez ou Robinho, tendo sido treinado por Mark Hughes e Roberto Mancini, na primeira época no Etihad Stadium. Como jogador do Manchester City, Patrick Vieira disputou, na totalidade, 46 jogos e apontou cerca de 6 golos, mas não venceu qualquer título desportivo na cidade de Manchester. Patrick Vieira permaneceu, apenas, duas épocas nos Citizens (2009/2010, 2010/2011) e no final da época de 2010/2011, Patrick Vieira colocou um ponto final na sua carreira de futebolista profissional.

 

CAMPEÃO DO MUNDO PELA SELEÇÃO FRANCESA
Como jogador da Seleção de França, Patrick Vieira registou 107 internacionalizações e marcou cerca de 6 golos, tendo ganho 1 Campeonato do Mundo e 1 Taça das Confederações. Ao serviço da seleção gaulesa, Patrick Vieira marcou presença em grandes provas de seleções como, por exemplo, o Campeonato do Mundo de 1998 (França), de 2002 (Coreia do Sul/Japão), de 2006 (Alemanha) e de 2010 (África do Sul), o Campeonato da Europa de 2000 (Bélgica/Holanda), de 2004 (Portugal) e de 2008 (Áustria/Suíça), os Jogos Olímpicos de 1996 (Atlanta, Estados Unidos da América) e a Taça das Confederações de 2001. Pelas camadas jovens da seleção francesa, Patrick Vieira marcou presença no Campeonato da Europa de Sub-18 de 1994 e de Sub-21 de 1996.
 
 
 
Atualmente, com 40 anos de idade, Patrick Vieira é o treinador principal dos norte-americanos New York City FC, depois de ter sido treinador nas camadas jovens do Manchester City e Diretor de Relações Internacionais também do Manchester City. 



A FICHA

Nome: Patrick Donalé Vieira
Idade: 40 anos
Data de Nascimento: 23/06/1976
Local de Nascimento: Dakar, Senegal
Altura: 1,93m
Peso: 85 kg 
Posição: Médio-Defensivo/Médio-Centro
Internacionalizações: 107 jogos - 6 golos


TRAJETÓRIA

1993/1996: Cannes
1995/1996: AC Milan
1996/2005: Arsenal
2005/2006: Juventus
2006/2010: Inter de Milão
2010/2011: Manchester City


PALMARÉS

3 Premier League
5 FA Cup
4 Community Shield
5 Serie A 
1 Taça de Itália
2 Supertaças Itália
1 UEFA Champions League
1 Campeonato do Mundo de Clubes 
1 Campeonato do Mundo
1 Taça das Confederações      


EM AÇÃO
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.