segunda-feira, 23 de outubro de 2017

O Desaparecido: Rodrigo Possebon

O Desaparecido é uma rúbrica semanal do blogue desportivo Galáxia Futebolística, onde será falado um futebolista que tenho sido apontado como grande jovem promessa, mas que nunca tenho conseguido mostrar todo o seu potencial ao mais alto nível.

Há muito poucos jogadores brasileiros que podem dizer que vestiram a camisola do todo-poderoso Manchester United, como foram os casos de Kléberson e Anderson, mas houve um jogador que nunca conseguiu ser opção para Sir Alex Ferguson: Rodrigo Possebon. Este futebolista brasileiro, com ascendência italiana, saiu da cantera do histórico Internacional de Porto Alegre, o arquirrival do Grémio. Rodrigo Possebon esteve cinco épocas nas camadas jovens do clube brasileiro (2003, 2004, 2005, 2006, 2007) e uma época na Equipa B do emblema de Porto Alegre (2008). Médio-centro de origem, Possebon destacava-se pela sua velocidade, capacidade de passe e pela sua técnica com bola, mas ainda assim não foi suficiente para singrar em Old Trafford, onde só fez 8 jogos pelos Red Devils
Depois da fracassada a época de 2008/2009, no Manchester United, Rodrigo Possebon foi cedido, a título de empréstimo, ao Sporting Clube de Braga, mas só realizou 1 jogo pelo clube arsenalista, na altura orientado pelo técnico Domingos Paciência.
Na mesma época, Rodrigo Possebon deixou o Manchester United e regressou, novamente, ao Brasil, onde assinou pelo Santos e onde não conseguiu mostrar o seu talento (2010: 1 jogo - 0 golos; 2011: 30 jogos - 1 golo).
Depois de fazer alguns jogos pelo Santos, Rodrigo Possebon acabou por regressar ao futebol europeu, mas, desta vez, assinou pelo modesto clube italiano do Vicenza, onde as coisas não lhe correram nada bem, visto que o futebolista brasileiro nem sequer disputou nenhum jogo em solo transalpino. No ano de 2012, Possebon acabou por volta ao seu país natal e assinou pelo Criciúma, onde jogou 9 jogos e não marcou nenhum golo.
Seguiu-se, ainda em 2012, o Mirassol, mas voltou a ser muito infeliz, tendo apenas disputado 4 jogos e não marcou qualquer golo por esse modesto clube canarinho. Em 2013, Rodrigo Possebon assinou contrato com o Juventude, mas só jogou em 5 jogos pelo emblema do estado do Rio Grande do Sul. No ano seguinte, em 2014, o médio-centro brasileiro deixou o Juventude e rumou até ao Náutico, onde jogou, apenas, em 7 jogos e voltou a ficar em branco na equipa do estado de Pernambuco.
Na temporada seguinte, em 2014/2015, Rodrigo Possebon voltou a emigrar e desta vez rumou até ao Bahrein, onde assinou pelo modesto Al Riffa, mas não realizou nenhum jogo nessa emblema do futebol do Médio Oriente. No ano de 2016, Rodrigo Possebon voltou novamente ao seu Brasil para assinar pelo também modesto União Recreativa dos Trabalhadores (URT), onde participou em 7 jogos e marcou 1 golo pelo clube do estado de Minas Gerais. Neste ano de 2017, Possebon mantém ainda no Esporte Clube Passo Fundo, de Rio Grande do Sul, onde leva 8 jogos, mas sem ter marcado qualquer golo.
Aos 28 anos de idade, Rodrigo Possebon já não vai a tempo de corrigir os erros e as más escolhas que fez no passado, mas  agora não vale a pena chorar sobre o leite derramado. Ele teve a sua oportunidade, pelo menos, em Braga e Manchester e não a soube aproveitar.                   

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Festival; A noite dos matadores; Leão convence... águia vence. 

Record A Bola O Jogo

domingo, 22 de outubro de 2017

Sporting derrota o Desportivo de Chaves com nota artística

 Sporting-Desp. Chaves, 5-1 (resultado final)
SPORTING CP 5-1 DESP.CHAVES
(Bas Dost 6', 15' e 75' e Acuña 40' e 58'; Davidson 90')

Hoje, no Estádio de Alvalade, o Sporting Clube de Portugal recebeu e goleou, por uns expressivos 5-1, o Desportivo de Chaves e mantém, assim, a distância de dois pontos para o FC Porto na luta pelo campeonato português. O destaque desta partida vai, claramente, para a excelente exibição coletiva do Sporting CP, para os três golos do holandês Bas Dost e para os dois golos do argentino Marcos Acuña. 


GOLOS

6' - SPORTING CP: Golo de Bas Dost - Na sequência de uma assistência primorosa de Bruno Fernandes, o ponta-de-lança holandês cabeceou, de forma certeira, para o fundo das redes do Desportivo de Chaves, defendida por Ricardo Nunes, e coloca a equipa leonina em vantagem. Estava feito o 1-0 para o Sporting Clube de Portugal. 

15' -  SPORTING CP: Golo de Bas Dost - Após uma assistência milimétrica de Daniel Podence, para a grande área do Desportivo de Chaves, Bas Dost volta a cabecear, à matador, para dentro da baliza de Ricardo Nunes, aumentando, assim, a vantagem para 2-0 a favor do conjunto verde e branco, treinado por Jorge Jesus. 

40' - SPORTING CP: Golo de Marcos Acuña - Num excelente início da jogada por Bas Dost, o esférico sobra para Gelson Martins, que avança para a grande área do Desportivo de Chaves, e o jovem extremo português, nada egoísta, assiste Acuña e o argentino, perante a baliza deserta, aumenta o placard para 3-0 a favor dos leões

58' - SPORTING CP: Golo de Marcos Acuña - Na sequência de uma jogada fantástica, iniciada por Cristiano Piccini, Bas Dost passa a bola para Marcos Acuña e o extremo sul-americano dispara um míssil para o fundo das redes da equipa transmontana e coloca o resultado em 4-0 para o clube verde e branco

75' - SPORTING CP: Golo de Bas Dost - Depois de uma fantástica assistência de Cristiano Piccini, no lado direito do ataque leonino, o ponta-de-lança holandês, pela terceira vez, cabeceia a bola para dentro da baliza de Ricardo Nunes, faz o hat-trick e aumenta o score para 5-0 a favor do Sporting Clube de Portugal.   

90' - DESPORTIVO DE CHAVES: Golo de Davidson - Na sequência de uma excelente jogada individual, em que ultrapassou vários jogadores do Sporting, Davidson picou a bola por cima do guarda-redes Rui Patrício, colocou o resultado final, esta noite, em 5-1, fazendo o golo de honra do Desportivo de Chaves.


DESTAQUES

Bas Dost - O avançado holandês marcou um hat-trick no regresso aos golos e fez uma grande exibição. 

Marcos Acuña - O extremo argentino faturou por duas vezes e também realizou uma excelente exibição esta noite em Alvalade.  

Daniel Podence - O jovem craque português esteve em grande forma e, mais uma vez, entendeu-se muito bem com o Bas Dost. 

Gelson Martins - O extremo português também foi uma dor de cabeça para a defesa do Desportivo de Chaves. 

Davidson - Marcou o golo de honra do clube transmontano e foi o único jogador que tentou remar contra a maré

Ricardo Nunes - Sofreu cinco golos e mostrou que é um guarda-redes muito fraco para jogar na Primeira Liga. 



Homem do jogo da parte do Sporting CP: Bas Dost
Homem do jogo da parte do Desportivo de Chaves: Davidson   

Benfica regressa às vitórias na Vila das Aves

Desp. Aves-Benfica, 1-3 (destaques)

DESP.AVES 1-3 SL BENFICA
(Defendi 76'; Jonas 29' (GP) e 80' (GP) e Seferovic 50')

Hoje, no Estádio Municipal da Vila das Aves, o Sport Lisboa e Benfica derrotou, por 1-3, o Desportivo das Aves, agora treinado por Lito Vidigal, e regressou, assim, às vitórias para o campeonato, depois de uma série de maus resultados. O destaque desta partida vai, claramente, para os dois golos de Jonas, de grande penalidade, e para a exibição convincente da equipa encarnada


GOLOS 

29' - SL BENFICA: Penalti marcado por Jonas -  Na conversão da primeira grande penalidade, a castigar uma falta sobre Diogo Gonçalves, o ponta-de-lança brasileiro não desperdiçou a atirou o esférico para o meio da baliza, enganando o veterano guarda-redes Quim. Estava feito o 0-1 para o Sport Lisboa e Benfica. 

50' - SL BENFICA: Golo de Haris Seferovic - Na sequência de um remate de longa distância de Jonas, o esférico ressalta em Seferovic, sobra para Eduardo Salvio, que a desvia do guarda-redes do Aves, e sobre a linha de golo, o internacional helvético coloca a bola dentro da baliza de Quim, aumentando o score para 0-2, a favor do Benfica. 

76' - DESPORTIVO DAS AVES: Golo de Rodrigo Defendi - Após um pontapé de canto, cobrado por Paulo Machado, Rodrigo Defendi salta mais alto que todos os defesas do Benfica, coloca o esférico, de cabeça, dentro da baliza de Mile Svilar, que ainda tentou tirar a bola, reduzindo, assim, para 1-2 a favor do Desportivo das Aves. 

80' - SL BENFICA: Golo de Jonas - Na conversão da segunda grande penalidade, a castigar uma falta sobre Pizzi, Jonas atirou o esférico para o lado contrário do guarda-redes Quim, colocando o resultado final em 1-3 a favor do conjunto encarnado, orientado pelo técnico português Rui Vitória.  


DESTAQUES 

Quim - O veterano guarda-redes português, que já jogou no Benfica, realizou uma excelente exibição, apesar de ter sofrido três golos esta noite. 

Alexandre Guedes - Até se ter lesionado, o avançado português ia conseguindo importar a defesa do Benfica. 

Rodrigo Defendi - O defesa-central brasileiro, que já representou o Vitória de Guimarães, marcou o golo de honra do Aves e foi o patrão da defesa da equipa de Lito Vidigal.  

Jonas - O experiente avançado brasileiro voltou aos golos e é, para já, o melhor marcador da Primeira Liga portuguesa. 

Haris Seferovic - À semelhança do avançado canarinho, o internacional suíço também regressou aos golos, mas a exibição não foi muito convincente.  

Mile Svilar - Mais uma vez sofreu um golo estranho, mas esteve em grande nível sempre que foi chamado a entrar em ação.  

 
Homem do jogo da parte do Desportivo das Aves: Quim
Homem do jogo da parte do SL Benfica: Jonas   

FC Nantes: os canários ambicionam a Europa com Ranieri

Depois do excelente trabalho realizado na época passada, por Sérgio Conceição, no Football Club de Nantes, o clube gaulês, presidido por Waldemar Kita, trouxe o italiano Claudio Ranieri para aproveitar o excelente trabalha realizado pelo agora técnico do FC Porto e, neste momento, encontra-se em posição de acesso à UEFA Champions League. 
Com jogadores de grande qualidade, como Diego Carlos (ex-Estoril-Praia), Lucas Lima (ex-Arouca), Chidozie (ex-FC Porto) ou Rene Krhin, o Nantes procura regressar ao convívio com os grandes clubes europeus e, até ao momento, Les Canaris ocupam um honroso e extraordinário terceiro lugar na Ligue 1, a cinco pontos do líder Paris Saint-Germain e a dois pontos do AS Mónaco, de Leonardo Jardim, que se encontra no segundo lugar. 
Mas este brilhante terceiro lugar do Nantes não se deve só à grande qualidade dos seus executantes, visto que Claudio Ranieri soube construir um onze titular com imensa qualidade e coeso na defesa e mortífero no ataque. Com jogadores de tostões, Claudio Ranieri está a fazer um excelente trabalho no clube gaulês, à semelhança do que já havia feito no Leicester City, quando foi campeão inglês contra todas as expetativas. 
Na baliza, o FC Nantes conta com a presença do guarda-redes romeno Ciprian Tatarusanu e à frente do guarda-redes, internacional pela Seleção da Roménia, o quarteto defensivo é constituído pelo costa-marfinense Koffi Djidji no lado esquerdo e pelo francês Léo Dubois no lado direito, enquanto que a dupla de defesas-centrais dos canários é composta pelo jovem nigeriano Chidozie e pelo brasileiro Diego Carlos. 
Resultado de imagem para lucas lima nantesLogo a seguir, na zona do meio-campo, o FC Nantes joga com um duplo pivô nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, onde o esloveno Rene Krhin desempenha a função de médio-defensivo, jogando ao lado do francês Abdoulaye Touré. Estes dois jogadores acabam por dar mais consistência defensiva ao conjunto gaulês, orientado por Claudio Ranieri.  
Nos dois flancos, o FC Nantes joga com o brasileiro Lucas Lima no flanco esquerdo e com o francês Adrien Thomasson no lado direito, de forma a poderem dar mais profundidade, criatividade e velocidade aos respetivos flancos, no jogo do Nantes, e para darem mais apoio aos dois homens que jogam na frente de ataque. Por fim, na frente ofensiva, o FC Nantes joga com Valentin Rongier e Prejuce Nakoulma, onde o futebolista francês joga no apoio ao ponta-de-lança do Burkina Faso. Ainda assim, Ranieri possui na sua equipa um jogador com uma qualidade tremenda, como é o caso do belga Yassine El Ghanassy, que pode mexer com o jogo do Nantes em qualquer momento e desbloqueando uma situação complicado em qualquer partida. Com a excelente equipa que o FC Nantes possui esta temporada, os adeptos amarelos já sonham com o regresso às competições europeias. Cabe agora a Claudio Ranieri guiar o conjunto dos canários até a esse sonho.      

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Ganhar ou ganhar; Rui Vitória: «Svilar é o guarda-redes ideal»; Avalanche. 

Record A Bola O Jogo

sábado, 21 de outubro de 2017

FC Porto goleia o Paços de Ferreira e pressiona os rivais

Ricardo Pereira: «Queremos dar um recomeço às vitórias» 

FC PORTO 6-1 P.FERREIRA
(Ricardo Pereira 4', Felipe 18', Marega 25' e 33', Corona 65' e Aboubakar 72'; Welthon 8') 

Hoje, no Estádio do Dragão, o Futebol Clube do Porto recebeu e goleou o Paços de Ferreira, por uns expressivos 6-1, aumentou, assim, provisoriamente, a vantagem pontual de cinco pontos para o Sporting Clube de Portugal (2º) e para o Sport Lisboa e Benfica (3º), colocando os rivais sob uma enorme pressão. O destaque desta partida vai, claramente, para a boa exibição coletiva do FC Porto e para o grande golo marcado pelo brasileiro Welthon.  


GOLOS

4' - FC PORTO: Golo de Ricardo Pereira - O jovem lateral-direito português consegue entrar na grande área do Paços de Ferreira, executa uma excelente jogada combinada com Yacine Brahimi e atira o esférico para o fundo das redes pacenses, defendidas por Mário Felgueiras. Estava feito o 1-0 para o Futebol Clube do Porto. 

8' - PAÇOS DE FERREIRA: Golo de Welthon - Na sequência de uma perda de bola no meio-campo do FC Porto, o avançado brasileiro, ainda longe da baliza, dispara um remate fortíssimo que só parou no fundo das redes azuis e brancas, defendidas por José Sá, restabelecendo o empate na partida desta noite (1-1). 

18' - FC PORTO: Golo de Felipe - Depois de Ricardo Pereira bombear a bola para a grande área do Paços de Ferreira, o defesa-central brasileiro, que estava em zona atacante, recebeu o esférico e, na cara do guarda-redes Mário Felgueiras, rematou para o fundo das redes, colocando o resultado em 2-1 para o FC Porto.  

25' - FC PORTO: Golo de Moussa Marega - Na sequência de uma excelente jogada individual de Yacine Brahimi, o argelino toca para Aboubakar, esta passa o esférico a Marega e o avançado maliano atira para dentro da baliza do Paços de Ferreira, aumentado o score para 3-1 a favor da equipa de Sérgio Conceição. 

33' - FC PORTO: Golo de Moussa Marega - Após um excelente cruzamento de Ricardo Pereira, no lado direito do ataque do FC Porto, para a grande área do Paços de Ferreira, Moussa Marega de pé direito atirou, sem hipóteses, para o fundo da baliza de Mário Felgueiras, colocando o resultado em 4-1 ainda na primeira parte. 

65' - FC PORTO: Golo de Jesús Corona - No seguimento de um excelente passe em profundidade de Brahimi para Marega, o avançado maliano rematou o esférico, Mário Felgueiras defendeu à primeira, mas na recarga o atacante mexicano só teve de encostar para o interior da baliza, aumentando o resultado em 5-1 para os azuis e brancos

72' - FC PORTO: Golo de Vincent Aboubakar - Aproveitando a passividade da defesa do Paços de Ferreira, Jesús Corona serviu Aboubakar e o ponta-de-lança camaronês, à boca da baliza, não falhou e colocou o resultado final em 6-1 para o Futebol Clube do Porto, que continua, assim, na liderança do campeonato português. 


DESTAQUES

Ricardo Pereira - Um golo e duas assistências fazem do ex-jogador do Nice o melhor jogador em campo esta noite. 

Brahimi - O futebolista argelino foi um autêntico quebra-cabeças para a defesa do Paços de Ferreira. 

Moussa Marega - O avançado maliano marcou dois belos golos, esta noite, e é, provisoriamente, o melhor marcador da Liga NOS. 

José Sá - Sofreu um golo onde deveria ter feito mais e melhor. Continua a não ter qualidade para jogar numa equipa grande. 

Welthon - Marcou um grande golo esta noite no Estádio do Dragão e foi o único jogador do Paços de Ferreira que chateou a defesa do FC Porto. 

Mário Felgueiras - Os seis golos que sofreu atestam bem a fraca qualidade deste guarda-redes do Paços de Ferreira. 



Homem do jogo da parte do FC Porto: Ricardo Pereira
Homem do jogo da parte do Paços de Ferreira: Welthon   

Geração de 1999: há mais jovens craques além de Donnarumma

Cada geração que aparece no mundo do futebol é cada vez melhor que a anterior. E neste sentido, geração de jovens craques nascidos em 1999 não fica em nada a dever aos jovens prodígios nascidos em 1998, como são os casos de Mastour, Ronaldo Vieira, Mbappé ou Pulisic. 
Nesta geração de jovens talentos nascidos em 1999 também há vários jovens craques que saltam logo à vista como, por exemplo, Gianluigi Donnarumma, José Gomes ou Diogo Dalot. 
Neste texto irei dar a conhecer o onze de jogadores nascidos no ano de 1999 que elaborei, deixando de lados os três nomes acima citados. Ainda assim, há espaço para um jovem craque português que tem tudo para ser um grande jogador. Mas tem que ter os pés bem assentes no chão, pois talento não lhe falta.
Na baliza, coloca o jovem guarda-redes belga Mile Svilar (SL Benfica) que é dos guarda-redes mais promissores neste momento no panorama futebolística belga e, até mesmo, no futebol português, apesar de ter cometido aquela falha inqualificável diante do Manchester United para a UEFA Champions League. Logo a seguir, coloco no quarteto defensivo o inglês Dujon Sterling (Chelsea) no lado direito e o francês Malang Sarr (Nice) que são dois laterais que têm um talento incrível e que poderão chegar longe nas suas carreiras. Para a dupla de defesas-centrais escolhi o mexicano Edwin Lara (Pachuca) e o holandês Matthijs de Ligt (Ajax) que são também jogadores muito interessantes de se seguir, em especial o futebolista do Ajax de Amesterdão.
Em seguido, na zona do meio-campo coloca o islandês Kolbeinn Finnsson (FC Groningen), que é um futebolista que poderá dar que falar, a médio/longo prazo, na equipa do Groningen, e o espanhol Manu Morlanes (Villarreal) que é mais um jovem prodígio que sai a formação do Submarino Amarelo. Como médio-ofensivo coloco português Domingos Quina (West Ham), que é mais um dos jovens craques portugueses a quem depositam um futuro risonho (como acontece com Diogo Dalot, José Gomes, etc). 
Nos dois flancos, a minha escolha vai para o belga Thibaut Verlinden (Stoke City), no lado direito, que é mais um dos bons valores que saíram da cantera do Standard Liège e, no lado esquerdo, coloco o holandês Tahith Chong (Manchester United), que é mais uma jovem promessa que vai brilhando nos escalões de formação dos Red Devils. Por fim, na posição de ponta-de-lança, a minha escolha cai em Gianluca Scamacca (Sassuolo), que é mais um dos bons ponta-de-lança a ser lançado no sempre exigente futebol transalpino.
E é este o meu onze elaborado com jovens promessas nascidas em 1999, onde se poderá constatar que há imensa qualidade a ser explorada e que não fica nada a dever, em termos de talentos, à geração de 1998. Tal como com a geração de 1998, também a de 1999 parece ter um futuro bem risonho pela frente.             

Vai dar que falar... Timothy Weah

Resultado de imagem para timothy weah 

Filho de George Weah, antiga glória do AC Milan, do Paris Saint-Germain e da Seleção da Libéria e vencedor da Bola de Ouro em 1995, Timothy Weah é a nova jovem promessa que vai brilhando nas camadas jovens do clube parisiense. Este jovem avançado norte-americano e com origens na Libéria, de 17 anos de idade, é um jogador bastante veloz, que utiliza a sua velocidade para causar problemas aos seus adversários, é um futebolista muito forte fisicamente, sabe como manter a bola controlada e sabe como se deve movimentar no terreno de jogo, podendo jogar como extremo-direito ou como ponta-de-lança. Ainda assim, Timothy Weah apresenta um estilo de jogo um pouco semelhante ao de George Weah, até mesmo pela capacidade física e pela velocidade, é um jogador muito forte no jogo aéreo, graças aos seus 1,85 metros de altura, possui uma excelente capacidade de drible, apresenta uma boa capacidade para tirar cruzamentos para a grande área contrária e é um exímio marcador de grandes penalidades. Com, apenas, 17 anos de idade, Timothy Weah ainda tem muito que evoluir e tem uma enorme margem de progressão, sendo o Paris Saint-Germain o clube certo para este jovem prodígio norte-americano poder continuar a evoluir as suas capacidades futebolísticas, de forma a poder chegar à equipa principal do clube de Paris, treinada pelo experiente técnico espanhol Unai Emery. Se for bem potenciado, Timothy Weah poderá render, num futuro próximo, um excelente encaixe financeiro aos cofres do Paris Saint-Germain e poderá depois dar o salto para um clube ainda maior e mostrar todo o seu talento e potencial num campeonato mais competitivo. Decorem bem o nome deste menino, porque Timothy Weah vai dar imenso que falar, nos próximos anos, nas camadas jovens do Paris Saint-Germain. Como diz o velho ditado: Filho de peixe sabe nadar


A FICHA

Nome: Timothy Weah
Idade: 17 anos
Data de Nascimento: 22/02/2000
Local de Nascimento: New York, Estados Unidos da América
Altura: 1,85m
Peso: 66 kg
Posição: Ponta-de-Lança/Extremo-Direito
Clube: Paris Saint-Germain
Valor de Mercado: -


EM AÇÃO
           

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Mourinho de olho em Grimaldo; Sérgio Conceição: «O estatuto não me interessa»; Em modo vendaval. 

 Record A Bola O Jogo

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

OFICIAL: Rafael Leão renova com o Sporting até 2022

Resultado de imagem para rafael leao sporting 

É oficial: Rafael Leão, jovem promessa portuguesa, de 18 anos de idade, que alinha na Equipa B do Sporting Clube de Portugal, renovou o seu contrato com o clube verde e branco até ao ano de 2022, de acordo com o jornal desportivo português A Bola. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, os responsáveis leoninos decidiram renovar o vínculo contratual com o jovem prodígio português, depois de perceberem o imenso talento do futebolista. De referir ainda que Rafael Leão estreou-se, pela equipa principal do Sporting Clube de Portugal, na vitória por 4-2 frente ao Oleiros, para a Taça da Portugal, onde marcou o seu primeiro golo pela equipa sénior. 


Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Rafael Leão fará parte da equipa principal do Sporting Clube de Portugal dentro de pouco tempo? Comentem. 

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: PJ varre tudo; Judiciária entra em campo; A baliza é de Sá. 

Record A Bola O Jogo

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Rajiv van la Parra: a estrela do Huddersfield Town

Todos os clubes gostariam de ter um Neymar, um Messi, um Cristiano Ronaldo ou um Griezmann nas suas fileiras, mas o dinheiro nem sempre chega para ter todos esses craques de nível mundial. E então esses clubes modestos acabam por fazer prospeção em vários campeonatos menores, onde descobrem vários jogadores de qualidade interessante, que tanto podem dar em craques a um nível superior como podem defraudar a expetativas criadas. E um desses jogadores que tem surpreendido na presente temporada, na Premier League, é o extremo holandês Rajiv van la Parra, que representa atualmente o recém-promovido Huddersfield Town. 
Formado na cantera do Feyenoord, de onde saíram outros futebolistas promissores, como Georginio Wijaldum, Jerson Cabral, Luc Castaignos, Bruno Martins Indi ou Stefan de Vrij, Rajiv van la Parra acabou por não vingar em Roterdão e mudou-se para França na época de 2008/2009. Nessa temporada, Van la Parra jogou no Caen, durante três temporadas, onde jogou 17 jogos e marcou, apenas, 1 golo pelo conjunto gaulês.   
Resultado de imagem para van la parra wolvesDepois de jogar em solo francês, pelo Caen, Rajiv van la Parra regressou à sua Holanda, onde assinou pelo Heerenveen, onde esteve mais três temporadas. E nessas três épocas pelo Heerenveen jogou 95 partidas e faturou por 16 vezes na Eredivisie. 
E essas boas prestações ao serviço do Heerenveen valeram-lhe o passaporte para ir jogar para Inglaterra ao serviço do Wolverhampton Wanderers, na época de 2014/2015, onde participou em 41 jogos e onde marcou, apenas, 2 golos no exigente Championship. Na época seguinte, em 2015/2016, Van la Parra jogou 16 jogos e não marcou nenhum golo, acabando por emprestado ao Brighton & Hove Albion, na mesma época, onde participou em 6 jogos e onde marcou 2 golos. Ainda em 2015/2016, Rajiv van la Parra voltou a ser cedido, a título de empréstimo, mas ao Huddersfield Town. No John Smith's Stadium, Van la Parra jogou 8 jogos e não marcou nenhum golo. 
Ainda assim, apesar de ter jogado pouco e de não ter marcado nenhum golo, o Huddersfield Town, na época de 2016/2016, avançou para a sua contratação em definitivo a troco de 900 mil euros. E já como jogador, em definitivo, do Huddersfield Town, Van la Parra jogou 46 jogos e marcou, apenas, 2 golos, ajudando os Terriers a regressar à Premier League. 
E esta época, Rajiv van la Parra tem-se revelado a estrela do conjunto treinado pelo técnico Sandro Wagner, já que, até ao momento, Van la Parra contabiliza 9 jogos, mas ainda não marcou qualquer golo. Dono de um ótimo sentido posicional, Rajiv van la Parra, de 26 anos de idade, é um jogador bastante veloz, que utiliza a sua velocidade para causar problemas aos seus adversários, é um futebolista muito forte fisicamente e é um exímio marcador de livres diretos e de pontapés de canto. 
Neste momento, Sandro Wagner, técnico do Huddersfield Town, tem um jogador que pode ainda dar muito à sua equipa na Premier League e, quem sabe, dar o salto para uma equipa de meio da tabela como, por exemplo, Everton ou Southampton. Só o futuro nos dirá esta resposta.  

Vai dar que falar... Diogo Dalot

Resultado de imagem para diogo dalot fc porto 

Com Maxi Pereira e Miguel Layún a não irem propriamente para novos e com Ricardo Pereira a jogar, quase, em part-time, o FC Porto tem nas suas fileiras um dos mais promissores laterais-direitos do futebol português: Diogo Dalot. Este jovem lateral-direito português, de 18 anos de idade, é um jogador muito forte na marcação que faz aos seus adversários, é dono de um excelente sentido posicional, é um futebolista bastante veloz, que utiliza a sua velocidade para correr pelo flanco direito, sabe como manter a bola controlada e apresenta uma excelente capacidade de concentração dentro das quatro linhas. Ainda assim, Diogo Dalot sabe como se deve movimentar no terreno de jogo, visto que é um jogador que faz todo o flanco direito do FC Porto, é um jogador muito forte no desarme aos seus adversários, demonstra uma frieza impressionante na hora de defender ou de atacar e revela uma boa capacidade para tirar excelentes cruzamentos para a grande área contrária. Com, apenas, 18 anos de idade, Diogo Dalot apresenta ainda uma enorme margem de progressão e a Equipa B do FC Porto é o sítio certo para o jovem prodígio português poder continuar a evoluir as suas capacidades futebolísticas, sob a orientação do técnico António Folha, de forma a poder ser uma opção válida para o Sérgio Conceição num futuro próximo. Se for bem potenciado, no FC Porto, Diogo Dalot poderá render aos cofres do clube azul e branco, num futuro próximo, um excelente encaixe financeiro e poderá sair para um grande clube europeu e jogar, assim, num grande campeonato, visto que tem talento para jogar em qualquer grande equipa. Decorem bem o nome deste menino, porque Diogo Dalot vai dar imenso que falar com a camisola do FC Porto e será mais um jogador que chegará à equipa principal dos dragões em muito pouco tempo. A Seleção Nacional também fica a agradecer mais um jogador de grande qualidade que será, dentro de pouco, elegível pelo Engenheiro Fernando Santos. 


A FICHA

Nome: José Diogo Dalot Teixeira
Idade: 18 anos
Data de Nascimento: 18/03/1999
Local de Nascimento: Braga, Portugal 
Altura: 1,84m
Peso: 77 kg
Posição: Lateral-Direito
Clube: FC Porto
Valor de Mercado: 600.000€


EM AÇÃO
             

Scolari vai deixar de ser o treinador do Guangzhou Evergrande

Resultado de imagem para scolari guangzhou 

De acordo com o jornal desportivo português A Bola, Luiz Felipe Scolari, treinador brasileiro, de 68 anos de idade, que orienta os chineses do Guangzhou Evergrande, vai deixar de ser o treinador do emblema asiático no dia 4 de Novembro de 2017, data em que termina o Super Liga chinesa. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, Scolari vai-se reunir com os dirigentes do Guangzhou Evergrande, visto que para Felipão o projeto está esgotado, depois de três anos a orientar este histórico clube chinês. De referir ainda que Luiz Felipe Scolari está prestes conquistar o terceiro campeonato consecutivo, no Guangzhou Evergrande, dispondo de seis pontos de vantagem sobre o Shanghai SIPG, treinado pelo técnico português André Villas-Boas. 


Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Luiz Felipe Scolari faz bem em tomar a decisão de sair do futebol chinês? Qual deverá ser o próximo clube de Felipão? Comentem.  

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Assim custa mais; Desculpado; Marcha atrás. 

Record A Bola O Jogo

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Benfica diz adeus à Liga dos Campeões com nova derrota

 LC: Benfica-Manchester United, 0-1 (destaques)
SL BENFICA 0-1 MAN.UNITED
(Marcus Rashford 64')

Hoje, no Estádio da Luz, o Sport Lisboa e Benfica recebeu e perdeu, por 0-1, com o todo-poderoso Manchester United, de José Mourinho, e disse, assim, adeus à Liga dos Campeões e, se calhar, à Liga Europa. O destaque desta partida vai, claramente, para a exibição menos conseguida do Benfica, para a também pragmática exibição do Manchester United e para o erro crasso do guarda-redes Mile Svilar.


GOLOS   

64' - MANCHESTER UNITED: Golo de Marcus Rashford - Na sequência de um livre bombeado, por Marcus Rashford, para a grande área do Benfica, Mile Svilar agarra a bola e entra com o esférico pela baliza dentro, colocando o resultado final em 0-1 a favor do Manchester United, treinado pelo técnico português José Mourinho. 


DESTAQUES   

Toto Salvio - O extremo argentino tentou remar contra a maré e foi o único jogador que tentou dar vida ao ataque do Benfica. 

Mile Svilar - Mostrou muita ingenuidade no golo sofrido e mostrou também que está muito verdinho para estas andanças. 

Douglas - Este lateral-direito é tão fraquinho que nem no Sporting de Gijón tinha lugar. Até o André Almeida é melhor que este flop

Marcus Rashford - O internacional inglês mostrou matreirice ao bombear a bola para a grande área do Benfica que resultou no erro de Mile Svilar. 

David de Gea - O guarda-redes espanhol não teve grande trabalho pela frente já que o Benfica pouco ou nada fez na partida desta noite. 



Homem do jogo da parte do SL Benfica: Salvio
Homem do jogo da parte do Manchester United: Marcus Rashford  

Sporting perde com a Juventus pela margem mínima

 LC: Juventus-Sporting, 2-1 (resultado final)
JUVENTUS 2-1 SPORTING CP
(Pjanic 29' e Mandzukic 84'; Alex Sandro 12' (AG))

Hoje, no Estádio Allianz, em Turim, o Sporting Clube de Portugal perdeu, por 2-1, com a super poderosa Juventus, no terceiro jogo da fase de grupos da UEFA Champions League. O destaque desta partida vai, claramente, para a boa exibição do Sporting na segunda parte e para a exibição pragmática da Vecchia Signora, bem como a excelente arbitragem do juiz inglês Michael Oliver. 


GOLOS

12' - SPORTING CP: Autogolo de Alex Sandro - Na sequência de um excelente passe de Bruno Fernandes a isolar Gelson Martins, o jovem extremo português remata à figura de Gianluigi Buffon, mas a bola acaba por bater nas pernas de Alex Sandro e vai a rolar até à baliza da Vecchia Signora. Estava feito o 0-1 para o Sporting Clube de Portugal.  

29' - JUVENTUS: Golo de Miralem Pjanic - Na marcação de um excelente livre direto, o internacional bósnio manda o esférico por cima da barreira defensiva do Sporting e ao ângulo da baliza de Rui Patrício, sem dar hipótese de defesa ao guarda-redes português, colocando o resultado, novamente, empatado (1-1). 

84' - JUVENTUS: Golo de Mario Mandzukic - Depois do brasileiro Douglas Costa, que havia entrado na segunda parte, executar um excelente cruzamento para a grande área verde e branca, o internacional croata antecipa-se ao argentino Jonathan Silva e, de cabeça, bate o guarda-redes Rui Patrício, colocando o resultado final em 2-1 a favor da Juventus.  


DESTAQUES

Paulo Dybala - Apesar de ter sido bem vigiado por William Carvalho e por Rodrigo Battaglia, o internacional argentino foi sempre um perigo à solta para a equipa do Sporting. 

Mario Mandzukic - Marcou o golo decisivo que valeu a vitória da Juventus, mas não fez uma exibição vistosa. 

Miralem Pjanic - O internacional bósnio marcou um excelente golo esta noite, no Juventus Stadium, e foi sempre o motor da equipa transalpina. 

Douglas Costa - Na primeira vez que tocou na bola, depois de ter entrado na segunda parte, deu golo da Juventus. É, sem dúvida, um grande jogador.

Cristiano Piccini - Tanto a nível defensivo, como ofensivo, o futebolista italiano esteve em grande nível, falhando, apenas, no lance que deu o segundo golo da Juventus.

Bruno Fernandes - Mais uma vez, o internacional português jogou e fez jogar a equipa do Sporting, sempre que a Juventus deixou.

Gelson Martins - O jovem extremo leonino também realizou uma boa exibição e esteve ligado ao autogolo de Alex Sandro, que deu a vantagem ao Sporting.



Homem do jogo da parte da Juventus: Miralem Pjanic  
Homem do jogo da parte do Sporting CP: Cristiano Piccini  

Leonardo Jardim contestado pelos adeptos do AS Mónaco

Resultado de imagem para leonardo jardim monaco

De acordo com o jornal desportivo português A Bola, Leonardo Jardim, treinador português, de 43 anos de idade, que treina os franceses do AS Mónaco, está a ser contestado pelos adeptos do principal clube do Principado, depois da derrota, por 2-1, diante do Besiktas, a contar para a fase de grupos da UEFA Champions League. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, apesar do AS Mónaco ter perdido meia equipa e alguns jogadores de grande qualidade, como Kylian Mbappé, os adeptos do clube monegasco acham que os jogadores que ficaram, como, por exemplo, Fabinho ou Thomas Lemar, não estão a dar tudo o que têm, sendo que, apenas, o colombiano Radamel Falcao tem estado em grande forma pelo campeão francês.   


Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Leonardo Jardim vai conseguir dar a volta aos maus resultados do AS Mónaco? Comentem.  

Vai dar que falar... Dayot Upamecano

Resultado de imagem para upamecano leipzig 

Depois de Timo Werner e de Naby Keita aparecerem em grande estilo nos alemães do RB Leipzig, o clube germânico tem outra jovem promessa nas suas fileiras e que promete dar que falar nos próximos tempos: Dayot Upamecano. Este jovem defesa-central francês, de 18 anos de idade, possui uma boa capacidade de passe, seja curto ou longo, é um jogador muito forte no jogo aéreo, graças aos seus 1,85 metros de altura, é um futebolista também muito forte na marcação aos seus adversários, é dono de um excelente sentido posicional e é também um jogador muito veloz, apesar da sua envergadura física. Ainda assim, Dayot Upamecano é um jogador muito forte fisicamente, nunca dá um lance ou uma bola como perdidos, sabe como se deve movimentar no terreno de jogo, mas ainda revela, de vez em quando, algumas falhas ao nível da concentração dentro do retângulo de jogo. Com, apenas, 18 anos de idade, Dayot Upamecano apresenta ainda uma enorme margem de progressão e o RB Leipzig é o clube certo para este jovem prodígio gaulês poder continuar a evoluir as suas capacidades futebolísticas, sob a orientação do técnico austríaco Ralph Hasenhüttl, de forma poder ser uma das grandes figuras do vice-campeão alemão. Se for bem potenciado, como se espera que seja, Upamecano poderá render aos cofres do RB Leipzig um excelente encaixe financeiro e poderá, assim, sair para um colosso europeu e mostrar todo o seu talento num campeonato ainda mais competitivo, apesar de ele já jogar na Bundesliga. Decorem bem o nome deste rapaz, porque Dayot Upamecano vai dar imenso que falar, um futuro próximo, com a camisola do RB Leipzig e será, dentro de pouco tempo, o futuro patrão defensivo da defesa da Seleção de França. É mais um grande craque que vai brilhando na Bundesliga. 


A FICHA

Nome: Dayotchanculle Upamecano
Idade: 18 anos
Data de Nascimento: 27/10/1998
Local de Nascimento: Évreux, França
Altura: 1,85m
Peso: 77 kg
Posição: Defesa-Central
Clube: RB Leipzig
Valor de Mercado: 7.500.000€


EM AÇÃO
        

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Guerra de estrelas; Choque frontal; Aula de alemão. 

 Record A Bola O Jogo

terça-feira, 17 de outubro de 2017

FC Porto sai derrotado de Leipzig

 LC: RB Leipzig-FC Porto, 3-2 (resultado final)
RB LEIPZIG 3-2 FC PORTO
(Orban 8', Forsberg 37' e Augustin 41'; Aboubakar 18' e Marcano 44')
 
Hoje, na Red Bull Arena, o Futebol Clube do Porto perdeu, por 3-2, com os alemães do RB Leipzig e somou, assim, a segunda derrota na fase de grupos da UEFA Champions League. O destaque desta partida vai, claramente, para a excelente exibição coletiva do RB Leipzig e para a exibição tremenda do jovem prodígio francês Jean-Kévin  Augustin, bem como uma boa arbitragem do juiz italiano Paolo Tagliavento. 


GOLOS

8' - RB LEIPZIG: Golo de Willi Orban - Após um excelente remate de longa distância do extremo português Bruma, José Sá defende o esférico para a frente, este sobra para os pés de Orban e o defesa-central coloca a bola dentro da baliza do Futebol Clube do Porto. Estava feito o 1-0 para conjunto do Leste da Alemanha.  

18' - FC PORTO: Golo de Vincent Aboubakar - Depois de um lançamento lateral, realizado pelo mexicano Miguel Layún, Marcano ganha ao primeiro poste, o brasileiro Felipe assiste também de cabeça e o ponta-de-lança camaronês remata à meia volta e restabelece o empate no jogo desta noite (1-1). 

37' - RB LEIPZIG: Golo de Emil Forsberg - Na sequência de uma bela jogada entre Emil Forsberg e Marcel Sabitzer, o internacional sueco isola-se no ataque do conjunto alemão e, perante um desamparado José Sá, atira o esférico para o fundo das redes do FC Porto, colocando o resultado em 2-1 a favor do RB Leipzig. 

41' - RB LEIPZIG: Golo de Jean-Kévin Augustin - Depois de um erro infantil de Iván Marcano, Jean-Kévin Augustin ganha a bola, ultrapassa em velocidade o defesa espanhol e volta a bater o guarda-redes português José Sá, aumentando o resultado para 3-1 a favor do conjunto germânico, treinado por Ralph Hasenhüttl. 

44' - FC PORTO: Golo de Iván Marcano - No seguimento de um pontapé de canto, marcado por Alex Telles, Héctor Herrera ganha o esférico no duelo aéreo, ao segundo poste, e assiste Marcano, que só teve de colocar a bola no fundo das redes, defendidas por Péter Gulácsi, colocando o resultado final em 3-2 na Red Bull Arena.  


DESTAQUES

Jean-Kévin Augustin - Até ser substituído, o jovem prodígio francês foi uma autêntica dor de cabeça para a defesa do FC Porto. 

Bruma - O internacional português também realizou uma excelente exibição na Red Bull Arena esta noite. 

Emil Forsberg - O craque sueco marcou um grande golo esta noite e já merece um clube de outra dimensão. 

Aboubakar - O ponta-de-lança camaronês tentou sempre remar contra a maré, mas foi tudo em vão. 

Moussa Marega - Hoje o avançado senegalês esteve muitíssimo apagado. Não é jogador para uma equipa grande. 

José Sá - Esta noite, o internacional português esteve completamente desastrado. Sem dúvida, que vai aquecer o banco no próximo jogo. 



Homem do jogo da parte do RB Leipzig: Jean-Kévin Augustin  
Homem do jogo da parte do FC Porto: Aboubakar      

OFICIAL: Craig Shakespeare já não é o treinador do Leicester City

Resultado de imagem para craig shakespeare leicester 

É oficial: Craig Shakespeare, treinador britânico, de 53 anos de idade, deixou o comando técnico do Leicester City, depois de oito meses à frente dos Foxes, quando substituiu Claudio Ranieri, que havia sido campeão inglês, na época passada, de acordo com o blogue desportivo português Visão de Mercado. Ainda de acordo com o mesmo blogue desportivo nacional, Shakespeare deixa o King Power Stadium, depois de ter conquistado, apenas, seis pontos após oito jogos realizados na Premier League. De referir ainda que o empate (1-1) entre West Bromwich Albion e o Leicester City acabou por ser a gota de água que fez transbordar o copo e ditar, assim, a ligação de Craig Shakespeare ao clube que foi campeão na época de 2015/2016. 


Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? É surpreendente a demissão do treinador inglês Craig Shakespeare? Quem deverá ser o seu sucessor no comando técnico dos Foxes? Comentem.    

Gelson Dala é a grande novidade nos convocados de Jorge Jesus para o jogo em Turim

Resultado de imagem para gelson dala 

De acordo com o jornal desportivo português A Bola, Gelson Dala, jovem prodígio angolano, de 21 anos de idade, que jogou como titular no jogo entre o Sporting Clube de Portugal e o Oleiros, a contar para a Taça de Portugal, é a grande novidade na lista de convocados do técnico Jorge Jesus para o jogo com a Juventus, em Turim, a contar para a fase de grupos da UEFA Champions League. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, além de Gelson Dala, Seydou Doumbia e Fábio Coentrão também foram chamados para o jogo diante da Vecchia Signora, após recuperarem das respetivas lesões, bem como a chamada de Mattheus Oliveira e de Daniel Podence.


EIS A LISTA DE CONVOCADOS DE JORGE JESUS PARA TURIM

Guarda-Redes: Rui Patrício, Roumain Salin e Pedro Silva

Defesa: Cristiano Piccini, Stefan Ristovski, Sebastián Coates, Jérémy Mathieu, André Pinto, Fábio Coentrão e Jonathan Silva

Meio-Campo: Radosav Petrovic, João Palhinha, William Carvalho, Mattheus Oliveira, Rodrigo Battaglia, Bruno Fernandes, Bruno César, Iuri Medeiros, Gelson Martins e Marcos Acuña

Ataque: Gelson Dala, Bas Dost, Seydou Doumbia e Daniel Podence


Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Concordam com esta convocatória de Jorge Jesus para o jogo com a Juventus? Comentem. 

Vai dar que falar... João Félix

Resultado de imagem para joao felix benfica b 

Depois de Renato Sanches, Ederson Moraes, Victor Lindelöf, Gonçalo Guedes e de Nélson Semedo, o Sport Lisboa e Benfica tem na sua posse mais uma fornada de jovens promessas na Equipa B e um dos jogadores que mais se destaca na formação secundária do clube encarnado é João Félix. Este jovem médio-ofensivo, de 17 anos de idade, possui uma excelente capacidade de passe, seja curto ou longo, sabe como se deve movimentar no terreno de jogo, é um jogador bastante veloz, que utiliza a sua velocidade para causar problemas aos seus adversários, e tem um excelente controlo de bola. Ainda assim, João Félix apresenta uma boa capacidade de criatividade, é exímio a tirar cruzamentos para a grande área, tem uma excelente capacidade de drible, possui uma capacidade técnica muito acima da média, possui uma excelente capacidade de finalização e é dono de um excelente sentido posicional. Com, apenas, 17 anos de idade, João Félix apresenta ainda uma enorme margem de progressão e a Equipa B do Benfica é o sítio certo para este jovem prodígio nacional poder continuar a evoluir as suas capacidades desportivas, sob a orientação do técnico Hélder Rodrigues, de forma a poder ser uma opção válida para Rui Vitória na equipa principal do Benfica. Se for bem potenciado, João Félix poderá render aos cofres do Benfica, num futuro próximo, um excelente encaixe financeiro e poderá, assim, sair para um colosso europeu e seguir as pisadas de outros futebolistas como, por exemplo, Renato Sanches ou Ederson Moraes. Decorem bem o nome deste menino, porque João Félix vai dar imenso que falar, nos próximos tempos, no futebol português. A Segunda Liga começa a ser muito pequena para tanto talento e já merecia estar na Primeira Liga. João Félix é mais um grande jovem talento fabricado no futebol português. 


A FICHA

Nome: João Félix Sequeira
Idade: 17 anos 
Data de Nascimento: 10/11/1999
Local de Nascimento: Viseu, Lisboa
Altura: 1,78m
Peso: 64 kg
Posição: Médio-Ofensivo
Clube: SL Benfica
Valor de Mercado: 500.000€


EM AÇÃO
       

Olheiro: Ludogorets

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser analisada a equipa dos búlgaros do Professional Football Club Ludogorets Razgrad, cujo treinador é o búlgaro Dimitar Dimitrov, que é o próximo adversário do Sporting Clube de Braga, no terceiro jogo da fase de grupos da Liga Europa. 
Esta equipa do Ludogorets é uma equipa teoricamente mais fraca do que o Sporting de Braga, mas, ainda assim, o conjunto arsenalista terá de ter muita cautela se não quiser ser surpreendido no próprio estádio, visto que esta modesta equipa da Bulgária tem quatro pontos conquistados e encontra-se em segundo lugar, depois de ter vencido o Hoffenheim e de ter empatado com o Basaksehir, na primeira e segunda jornada, respetivamente.  
Para o jogo frente ao Sporting de Braga, de Abel Ferreira, o técnico búlgaro Dimitar Dimitrov deverá construir um onze titular que consiga causar problemas ao clube minhoto e que montado à volta da sua principal estrela: Claudiu Keseru. Mas vamos por partes. 
Na baliza, o Ludogorets deverá alinhar com o guarda-redes argentino, de 31 anos de idade, Jorge Broun e à frente do guarda-redes sul-americano o quarteto defensivo deverá ser constituído pelos brasileiros Cicinho no lado direito e Natanael Pimenta no lado esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais deverá ser composta pelo ucraniano Ihor Plastun e pelo também brasileiro Rafael Forster. 
Resultado de imagem para claudiu keseru ludogoretsLogo a seguir, na zona do meio-campo, o Ludogorets deverá jogar com o polaco Jacek Goralski na posição de médio-defensivo, enquanto que o búlgaro Kristiyan Kitov deverá jogar na posição de número oito para que possa ligar o setor defensivo e ofensivo do clube búlgaro. 
Nos dois flancos, o Ludogorets deverá jogar com o holandês Virgil Misidjan no lado direito e com o brasileiro Wanderson Farias no lado esquerdo, de forma a poderem dar mais profundidade, criatividade e velocidade pelos respetivos flancos, durante o jogo de quinta-feira frente ao Sporting de Braga e para poderem apoiarem, no ataque, os dois homens que jogarão na zona mais ofensiva da equipa búlgara. Por fim, na frente de ataque, o Ludogorets deverá jogar com Marcelinho e Claudiu Keseru, onde o brasileiro, com nacionalidade búlgaro, deverá jogar nas costas do ponta-de-lança romeno. 
No que toca ao duelo nos bancos, Dimitar Dimitrov, que já treinou clubes na Bulgária, Rússia, Arábia Saudita e no Cazaquistão, parte em pé de igualdade com Abel Ferreira, no que diz respeito à experiência em jogos europeus. Ainda assim, Abel Ferreira tem tudo para conseguir ganhar os três pontos ao clube búlgaro. Esperemos que seja um grande jogo no Estádio Municipal de Braga.

Jornais de Hoje

Títulos de hoje: Mourinho volta à casa de partida; William é para blindar com 60 milhões; Esquerda de todos os perigos. 

Record A Bola O Jogo

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Olheiro: Olympique de Marselha

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser analisada a equipa dos franceses do Olympique de Marselha, treinada pelo técnico francês Rudi Garcia, que é o próximo adversário do Vitória de Guimarães no terceiro jogo da fase de grupos da Liga Europa. 
Esta equipa do Olympique de Marselha é uma equipa que consegue conjugar no mesmo onze-tipo jovens jogadores (Lucas Ocampos, Maxime López, Boubacar Camara, etc) com jogadores experientes de grande qualidade (Rolando, Mitroglou, Fanni, Evra, etc). A equipa do Marselha que entrar em campo, no Vélodrome, diante do Vitória de Guimarães, será certamente um obstáculo para a equipa vimaranense, treinada por Pedro Martins.   
Este jogo entre franceses e portugueses será também especial para dois jogadores que já atuaram no futebol português: Rolando e Mitroglou. Os dois futebolistas vão reencontrar o Vitória de Guimarães, equipa que defrontaram várias vezes quando representaram o FC Porto e o Benfica, respetivamente. 
Para causar problemas ao Vitória de Guimarães, Rudi Garcia, que já foi campeão francês em 2010/2011, irá montar um onze titular que possa derrotar a equipa portuguesa, já na primeira mão em solo francês. Mas vamos por partes. Na baliza, o Olympique de Marselha deverá alinhar com o experiente guarda-redes francês Steve Mandanda e à sua frente o quarteto defensivo deverá ser composto pelos franceses Rod Fanni no lado direito e Patrice Evra no lado esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais deverá ser constituída pelo tunisino Aymen Abdennour e pelo português Rolando.  
Resultado de imagem para dimitri payet 2017Logo a seguir, na zona do meio-campo, o Olympique de Marselha deverá jogar com três homens nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, onde o brasileiro Luiz Gustavo deverá jogar como médio-defensivo do conjunto gaulês, enquanto que o francês Morgan Sanson deverá jogar como médio interior direito e o camaronês Zambo Anguissa deverá atuar como médio interior esquerdo. 
Nos dois flancos, o Olympique de Marselha deverá jogar com o futebolista argentino Lucas Ocampos no lado direito e com o internacional francês Dimitri Payet no lado esquerdo, de forma a poderem dar mais velocidade, criatividade e profundidade pelos respetivos flancos, ao jogo do Marselha, durante a partida diante do Vitória de Guimarães, e para apoiarem o ponta-de-lança grego Kostas Mitroglou. 
No que toca ao duelo nos bancos, Rudi Garcia, que já vários clubes franceses (Saint-Étienne, Dijon, Lille ou Le Mans) e um italiano (AS Roma), tem grande vantagem ao nível da experiência em provas europeias em comparação com o seu homólogo português. Ainda assim, Pedro Martins irá tentar levar de vencido o conjunto gaulês para que o futebol português saia beneficiado no ranking da UEFA. Que seja um grande jogo entre duas grandes equipas. 

O Desaparecido: Kerlon

O Desaparecido é uma rúbrica semanal do blogue desportivo Galáxia Futebolística, onde será falado um futebolista que tenho sido apontado como grande jovem promessa, mas que nunca tenho conseguido mostrar todo o seu potencial ao mais alto nível.

Foquinha. É por este nome que os adeptos do histórico Cruzeiro de Belo Horizonte se lembrarão de um futebolista chamado Kerlon Moura Souza, conhecido pelo seu famoso Drible da Foca. Ainda o jovem Kerlon era muito novo e já muitos adeptos da Raposa o apelidavam de novo Ronaldinho Gaúcho. Mas esse peso que carregou nos ombros (o será melhor dizer na cabeça?) acabou por lhe dar alguma fama que foi prejudicial para a sua carreira de futebolista profissional ao mais alto nível, acabando por nunca conseguir demonstrar todo o seu potencial que já havia mostrado pelos relvados do Brasileirão com a camisola do Cruzeiro de Belo Horizonte. Nos quatro anos em que vestiu a camisola do Cruzeiro, Kerlon não conseguiu faturar nem um único golo, apesar dos inúmeros jogos que realizou (2005: 5 jogos - 0 golos; 2006: 13 jogos - 0 golos; 2007: 11 jogos - 0 golos; 2008: 1 jogo - 0 golos). 
Resultado de imagem para kerlon foquinhaAinda assim, a sua carreira promissora começou a descambar a partir do momento em que foi para Itália, onde assinou pelo todo-poderoso Inter de Milão... de José Mourinho. Mas o Special One não esteve com meias medidas e emprestou-o, na mesma época, ao Chievo Verona, onde praticamente não fez nada (2008/2009: 4 jogos - 0 golos). E na temporada a seguir, em 2009/2010, o Inter de Milão, que viria a sagrar-se Campeão Europeu, voltou a emprestá-lo, mas desta vez ao Ajax de Amesterdão para ver se conseguia, ao menos, brilhar no futebol do país das tulipas. Mas até na Holanda, Kerlon foi um flop que nunca conseguiu demonstrar o seu talento (em 2009/2010 não fez nenhum jogo pelo conjunto holandês, por via de uma lesão).
Em 2010/2011, o Inter de Milão voltou a emprestá-lo, mas agora de volta ao seu país natal e para dois clubes brasileiros: Paraná e Nacional de Patos-MG.
Como jogador do Paraná, Kerlon também não conseguiu fazer o que lhe era pedido e participou em muito poucos jogos (4 jogos - 0 golos) e pelo Nacional de Patos-MG, na mesma temporada, o Foquinha nem realizou qualquer jogo. 
Terminado o contrato que o ligava ao Inter de Milão, Kerlon passou a saltitar de clube em clube e na sua passagem pelos japoneses do Fujieda MYFC conseguiu realizar duas épocas aceitáveis (2012: 8 jogos - 3 golos; 2013: 14 jogos - 6 golos). Passou ainda pelos Barbados onde jogou no Weymouth Wales (não realizou nenhum jogo nas Caraíbas), pelos norte-americanos do Miami Dade (5 jogos - 3 golos), pelos malteses do Sliema Wanderers (2 jogos - 2 golos) e pelos brasileiros do Vila Nova (3 jogos - 0 golos). Na época passada, em 2016/2017, Kerlon rumou para a Eslováquia, onde jogou pelo Spartak Trnava e onde participou em pouquíssimos jogos (4 jogos - 0 golos). Aos 29 anos de idade, Kerlon, o Foquinha, já não vai a tempo de relançar a sua carreira e todo o talento que lhe foi predestinado entrou pelo cano abaixo.