quarta-feira, 15 de março de 2017

Lille de 2010/2011: ao colo de Hazard até ao título de campeão

Hoje na rúbrica Dream Team irá ser relembrada a fantástica equipa do Lille que venceu, de forma surpreendente, o título de campeão da Ligue 1, em França. Ao colo de Eden Hazard, hoje no Chelsea, e treinado por um grande treinador: Rudi Garcia.  
A época de 2010/2011 foi uma temporada de sonho para os comandados de Rudi Garcia e irá permanecer, para sempre, na história do Lille, no que diz respeito ao futebol, visto que os rapazes da Normandia levaram esse pequeno clube gaulês a um título de campeão inédito em solo francês. E para isso muito contribuiu o onze-base que Rudi Garcia construiu nessa temporada com a ajuda de grandes nomes como, por exemplo, Eden Hazard, Rio Mavuba, Adil Rami, Yohan Cabaye ou Moussa Sow. Mas vamos por partes. 
Na baliza, o Lille, de 2010/2011, contava com a presença do experiente guarda-redes francês Mickaël Landreau, que já passou também pelo Paris Saint-Germain, e o quarteto defensivo era constituído por Franck Béria, no lado esquerdo, e por Mathieu Debuchy, no lado direito, sendo que a dupla de defesas-centrais do conjunto da Normandia era formada por Adil Rami e por Aurélien Chedjou. 
Logo a seguir, no meio-campo, o Lille jogava com um sistema tática de três médios, sendo que o médio-defensivo era o francês Rio Mavuba e à frente do pivô defensivo jogava Florent Balmont, como médio interior direito, e Yohan Cabaye, como médio interior esquerdo.
Por fim, no ataque, o conjunto da região da Normandia atua com um tridente ofensivo muito demolidor e constituído por jogadores tecnicistas, nas duas alas, e um ponta-de-lança goleador a ocupar a posição "9". O extremo costa-marfinense Gervinho jogava no flanco direito e o extremo belga Eden Hazard no flanco esquerdo, sendo que o ponta-de-lança de serviço na equipa do Lille era o senegalês Moussa Sow. E foi com este onze-base que Rudi Garcia levou o modesto Lille à conquista do cetro de campeão francês, título esse que nunca mais voltou a conquistar em território gaulês. O Lille foi campeão francês depois de somar 76 pontos em 38 jogos, no campeonato francês, e ficou à frente das grandes equipas da Ligue 1: Olympique de Marselha (2º lugar - 68 pontos), Olympique de Lyon (3º lugar - 64 pontos), Paris Saint-Germain (3º lugar - 60 pontos) e AS Mónaco (18º lugar - 44 pontos). Ainda neste campeonato histórico para o Lille, o conjunto da Normandia somou 21 vitórias, 13 empates e, apenas, 4 derrotas, sendo que marcou 68 golos e, apenas, sofreu 36 golos (o mesmo número de golos sofridos que o Toulouse). Após esta conquista histórica para o Lille, muito jogadores acabaram por sair, sendo que o líder Eden Hazard deixou a Normandia e foi para Londres, onde assinou pelo todo-poderoso Chelsea, e o técnico francês Rudi Garcia, deixou o banco do Lille e foi para Itália treinar a AS Roma. A partir desta época de 2010/2011, o Lille nunca mai mostrou a qualidade futebolística, dentro do relvado, que esta equipa mantinha em todos os jogos.           

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.