sexta-feira, 17 de março de 2017

Montpellier de 2011/2012: a seguir ao Lille... novo campeão surpresa

Hoje na rúbrica Dream Team irei falar sobre a fantástica equipa do Montpellier que venceu, de forma surpreendente, o campeonato francês, imitando assim a proeza do Lille na época anterior, em 2010/2011. 
Sob a orientação do experiente técnico francês René Girard, o Montpellier partiu para a época de 2011/2012 com a ambição de se manter na Ligue 1, mas a verdade é que a modesta equipa gaulesa conseguiu melhor que a manutenção: ser campeão na Ligue 1. E para atingir esse estado de campeão francês, o técnico René Girard montou um onze-base repleto de grande qualidade e com jogadores pouco conhecidos. Mas vamos por partes. Na baliza, o Montpellier contava com a presença do experiente guarda-redes francês Laurent Pionnier e o quarteto defensivo era constituído por Garry Bocaly, no lado direito, e por Cyril Jeunechamp, no lado esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais era formada por Yanga-Mbiwa e por Benjamin Stambouli. Logo a seguir, no meio-campo, o Montpellier jogava com um sistema de três médios nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, onde o médio-defensivo era Romain Pitau e à frente do pivô defensivo jogava Joris Marveaux, como médio interior direito, e Jamel Saihi,como médio interior esquerdo. 
Por fim, no ataque, o Montpellier, treinado por René Girard, jogava com um tridente ofensivo, muito forte, constituído pelo senegalês Souleymane Camara, no lado direito, e pelo marroquino Karim Aït-Fana, no lado esquerdo, de forma a darem mais profundidade aos respetivos flancos e a apoiarem o ponta-de-lança de serviço na posição "9": Olivier Giroud. Ainda assim, no ataque, René Girard podia utilizar outros jogadores como, por exemplo, John Utaka, Hasan Kabze ou Bengali-Fodé Koita.
E foi com este onze-base que René Girard levou o modesto Montpellier ao inédito título de campeão francês na Ligue 1, somando 82 pontos em 38 jogos disputados e ficando à frente das grandes equipas francesas: Paris Saint-Germain (2º lugar - 79 pontos), Lille (3º lugar - 74 pontos), Olympique de Lyon (4º lugar - 64 pontos), Bordéus (6º lugar - 61 pontos) e Olympique de Marselha (10º lugar - 48 pontos). Neste campeonato francês, em 2011/2012, o Montpellier ficou com 25 vitórias, 7 empates e 6 derrotas, juntando ainda 68 golos marcados e sofrendo, apenas, 34 golos. Esta foi a equipa do Montpellier que fez história no futebol  francês ao conseguir sagrar-se campeã francesa com um jogadores de baixo custo e que contrariou, por completa, a regra do mais forte. Depois desta epopeia deste modesto clube gaulês, o Montpellier perdeu muitos jogadores, entre os quais Giroud que foi para o Arsenal, e nunca mais voltou a repetir tal proeza fantástica nos relvados do futebol francês. Ficará para sempre na história do futebol gaulês e isso ninguém pode esquecer.    

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.