domingo, 12 de março de 2017

Olheiro: Manchester City

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser analisada a equipa do Manchester City que vai defrontar o AS Mónaco, dos portugueses Leonardo Jardim, João Moutinho e Bernardo Silva, na segunda mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League no Stade Louis II. Para este jogo a equipa francesa, orientada pelo técnico português Leonardo Jardim, irá ter que virar um resultado de 5-3, para poder chegar aos quartos-de-final, diante de um poderoso Manchester City, que não estando jogar muito bem, tem excelentes executantes em todas as zonas do terreno de jogo e é treinado por um dos melhores treinadores do Mundo: Pep Guardiola. Mas vamos por partes.
Na baliza, o Manchester City irá contar, certamente, com a presença do veterano guarda-redes argentino Willy Caballero e o quarteto defensivo dos Citizens poderá ser formado por Gaël Clichy, no lado direito, e por Pablo Zabaleta, no lado esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais poderá ser formada por Nicolás Otamendi, que já passou por Portugal quando representou o FC Porto, e por John Stones.
Logo a seguir, na zona do meio-campo, o Manchester City irá jogar com três jogadores nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, sendo que o médio-defensivo poderá ser o brasileiro Fernandinho, apesar de que Yaya Touré também será uma boa escolha, e à frente do pivô defensivo poderá jogar o espanhol David Silva, como médio interior direito, e o belga Kevin De Bruyne, como médio interior esquerdo. Ainda assim, para a zona do meio-campo, Guardiola ainda tem mais jogadores de grande qualidade como, por exemplo, Ilkay Gündogan, Fernando ou Fabian Delph.
Por fim, na frente de ataque, Pep Guardiola tem imensas soluções para todos os gostos, mas o trio ofensivo poderá ser, na melhor das hipóteses, constituído por Nolito, no lado direito, e Raheem Sterling, no lado esquerdo, para darem a respetiva profundidade ao ataque dos Citizens pelos dois flancos e para darem apoio ao ponta-de-lança que vai estar de serviço que será o argentino Sergio Kun Agüero. Ainda assim, Pep Guardiola ainda apresenta mais jogadores para zona ofensiva da equipa como, por exemplo, o nigeriano Kelechi Iheanacho e o espanhol Jesús Navas para servirem de alternativa a qualquer um dos homens que jogarão na frente de ataque do clube da cidade de Manchester, visto que o brasileiro Gabriel Jesus ainda se encontra gravemente lesionado.
Ao nível dos bancos também será um duelo, particularmente, muito interessante porque vão se defrontar dois dos melhores treinadores da atualidade, visto que Leonardo Jardim e Pep Guardiola sabem como colocar as suas equipas a jogar um futebol bonito, atrativo e com muitos golos, como foi na primeira mão no Etihad Stadium e que os adeptos das duas equipas gostam de ver no relvado. Espera-se que seja um grande jogo e que o árbitro não seja protagonista pelos piores motivos.


Qual é a vossa opinião acerca desta equipa do Manchester City? Pep Guardiola irá apresenta um onze parecido ao da primeira mão? Como irá reagir o AS Mónaco de Leonardo Jardim? Comentem.      

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.