Olheiro: Seleção da Hungria

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser analisada, aqui no blogue Galáxia Futebolística, a equipa da Seleção da Hungria, que vai defrontar a Seleção Nacional, esta noite, no Estádio da Luz, num jogo a contar para a fase de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018, que se realiza na Rússia. Esta Hungria já defrontou a Seleção Nacional no Campeonato da Europa, em França, que Portugal ganhou de forma justa, mas continua a ser uma seleção muito perigosa e apresenta qualidade em todos os setores do campo, apresentando grandes jogadores como, por exemplo, Ádám Nagy, Zoltán Gera, Dzsudzsák ou Ádám Szalai, sendo até treinada por um bom treinador como é o alemão Bernd Storck. Mas vamos por partes. 
Na baliza, a Seleção da Hungria poderá apresentar Péter Gulácsi, que sucede assim ao veteraníssimo Gábor Király, e o quarteto defensivo poderá ser constituído por Barnabás Bese, como lateral-direito, e por Mihály Korhut, como lateral-esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais poderá ser formada por Richárd Guzmics e por Ádám Lang.
Logo a seguir, no meio-campo, a Seleção da Hungria poderá jogar com três médios nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, onde o jovem Ádám Nagy desempenhará a função de médio-defensivo, enquanto que László Kleinheisler poderá jogar como médio interior direito e o capitão Zoltán Gera poderá jogar como médio interior esquerdo num esquema tática com três médios no meio-campo húngaro. 
Por fim, no ataque, a Seleção da Hungria irá jogar, quase de certeza, com três jogadores apontados à baliza defendida por Rui Patrício.
Assim sendo, no ataque da Hungria, Ádám Gyurcsó poderá jogar como extremo-direito e Balász Dzudzsák poderá jogar como extremo-esquerdo, acabando por darem mais profundidade aos respetivos flancos onde jogam e apoiando o ponta-de-lança que poderá estar de serviço esta noite: Ádám Szalai. O ponta-de-lança húngaro é a melhor opção para a posição 9 na equipa orientada pelo técnico Bernd Storck. 
Ao nível dos bancos também vai ser um grande jogo, visto que será a segunda vez que Fernando Santos e Bernd Storck se vão encontrar com as respetivas seleções, depois daquele frenético jogo, em Lyon, durante o Campeonato da Europa de 2016, que terminou empatado a três bolas. Tanto Fernando Santos como Bernd Storck vão tentar jogar para ganhar o jogo, mas só um pode vencer. Esta noite no Estádio da Luz só uma seleção poderá sair vencedora e com os três pontos na mão. Os Portugueses, como é óbvio, esperam que sejam a Seleção Nacional, Campeã Europeia em título, a vencer a partida desta noite. Que o espetáculo comece... 


Qual é a vossa opinião acerca desta Seleção da Hungria? Será muito diferente da equipa que jogou com Portugal no Euro'2016? Comentem.         

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

OFICIAL: Simeon Slavchev vai continuar emprestado ao Lechia Gdańsk

Scouting: Jorge Fellipe