sábado, 25 de março de 2017

Olheiro: Seleção da Hungria

Hoje na rúbrica Olheiro vai ser analisada, aqui no blogue Galáxia Futebolística, a equipa da Seleção da Hungria, que vai defrontar a Seleção Nacional, esta noite, no Estádio da Luz, num jogo a contar para a fase de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018, que se realiza na Rússia. Esta Hungria já defrontou a Seleção Nacional no Campeonato da Europa, em França, que Portugal ganhou de forma justa, mas continua a ser uma seleção muito perigosa e apresenta qualidade em todos os setores do campo, apresentando grandes jogadores como, por exemplo, Ádám Nagy, Zoltán Gera, Dzsudzsák ou Ádám Szalai, sendo até treinada por um bom treinador como é o alemão Bernd Storck. Mas vamos por partes. 
Na baliza, a Seleção da Hungria poderá apresentar Péter Gulácsi, que sucede assim ao veteraníssimo Gábor Király, e o quarteto defensivo poderá ser constituído por Barnabás Bese, como lateral-direito, e por Mihály Korhut, como lateral-esquerdo, sendo que a dupla de defesas-centrais poderá ser formada por Richárd Guzmics e por Ádám Lang.
Logo a seguir, no meio-campo, a Seleção da Hungria poderá jogar com três médios nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, onde o jovem Ádám Nagy desempenhará a função de médio-defensivo, enquanto que László Kleinheisler poderá jogar como médio interior direito e o capitão Zoltán Gera poderá jogar como médio interior esquerdo num esquema tática com três médios no meio-campo húngaro. 
Por fim, no ataque, a Seleção da Hungria irá jogar, quase de certeza, com três jogadores apontados à baliza defendida por Rui Patrício.
Assim sendo, no ataque da Hungria, Ádám Gyurcsó poderá jogar como extremo-direito e Balász Dzudzsák poderá jogar como extremo-esquerdo, acabando por darem mais profundidade aos respetivos flancos onde jogam e apoiando o ponta-de-lança que poderá estar de serviço esta noite: Ádám Szalai. O ponta-de-lança húngaro é a melhor opção para a posição 9 na equipa orientada pelo técnico Bernd Storck. 
Ao nível dos bancos também vai ser um grande jogo, visto que será a segunda vez que Fernando Santos e Bernd Storck se vão encontrar com as respetivas seleções, depois daquele frenético jogo, em Lyon, durante o Campeonato da Europa de 2016, que terminou empatado a três bolas. Tanto Fernando Santos como Bernd Storck vão tentar jogar para ganhar o jogo, mas só um pode vencer. Esta noite no Estádio da Luz só uma seleção poderá sair vencedora e com os três pontos na mão. Os Portugueses, como é óbvio, esperam que sejam a Seleção Nacional, Campeã Europeia em título, a vencer a partida desta noite. Que o espetáculo comece... 


Qual é a vossa opinião acerca desta Seleção da Hungria? Será muito diferente da equipa que jogou com Portugal no Euro'2016? Comentem.         

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.