Avançar para o conteúdo principal

Os 10 jovens craques para seguir no Mundial de Sub-20

Resultado de imagem para mundial de sub 20 2017 

Está a decorrer na Coreia do Sul, mais uma edição do Campeonato do Mundo de Sub-20 e, como é normal numa competição deste calibre, há sempre nomes de jovens prodígios para decorar, pois irão dar que falar nos próximos tempos. Portanto, peguem lá num bloco de notas e tomem nota dos dez nomes de jovens prodígios que, aqui no blogue Galáxia Futebolística, irei enunciar já de seguida, onde se incluem três jogadores portugueses.  


1 - Dominic Solanke (Chelsea): Este jovem prodígio inglês, saído da cantera do Chelsea, é um dos mais promissores jogadores ingleses que estão na Coreia do Sul e, dentro de pouco tempo, poderá ser uma das figuras do Chelsea, orientado por Antonio Conte. Solanke é um jogador que pode atuar em qualquer um dos flancos, ou até mesmo a ponta-de-lança, sendo um jogador muito rápido e com uma capacidade de finalização impressionante, digna de um grande jogador. 

2 - Adalberto Peñaranda (Málaga/Watford): Na Seleção da Venezuela, para além de Yangel Herrera (que até já foi associado ao Manchester City em Janeiro), há um outro excelente jogador que dá pelo nome de Peñaranda. Emprestado pelo Watford ao Málaga, o jovem prodígio venezuelano, de 19 anos de idade, pode ocupar qualquer uma das alas, bem como atuar como segundo avançado ou como ponta-de-lança. Força, velocidade e frieza na hora de "fuzilar" a baliza adversária são três qualidades que Peñaranda apresenta no relvado.  

3 - Diogo Dalot (FC Porto): O jovem lateral-direito português, formado no clube azul e branco, é dono e senhor do lado direito da defesa de Portugal e um dos laterais mais promissores do nosso futebol português. Dono de um excelente sentido posicional, Diogo Dalot também é um jogador muito forte na marcação e é exímio nos cruzamentos para a grande área, sendo também um futebolista muito veloz. Além disso, Dalot dá profundidade ao flanco direito quando tem de atacar, mas não é descuidado quando tem de ajudar na defesa.

4 - Tomás Conechny (San Lorenzo): Tomás Conechny é a coqueluche do San Lorenzo e é mais um jovem prodígio que quer dar nas vistas neste Mundial de Sub-20 pela Argentina. Dotado de uma excelente capacidade técnica, Conechny é um médio-ofensivo corajoso, dinâmico e que tem como pontos fortes a sua velocidade e o instinto de baliza. Não seria estranho se o víssemos depois a jogar num grande campeonato, pois tem talento para voar mais alto. 

5 - Ezequiel Ponce (Granada/AS Roma): Cedido, a título de empréstimo, pela AS Roma aos espanhóis do Granada, Ezequiel Ponce é a outro promessa argentina que quer brilhar neste Mundial sul-coreano. O jovem prodígio sul-americano, de 20 anos de idade, pode jogar em qualquer uma das alas, bem como a ponta-de-lança, e alguns dos seus pontos mais fortes são a sua velocidade, a capacidade de finalização e a frieza com que encara a baliza contrária. Ponce merece mais do que jogar no Granada e a AS Roma já deverá estar "arrependida" de o ter emprestado.

6 - Pedro Delgado (Sporting CP): O segundo jogador português que merece ser seguido, com muita atenção, neste Mundial de Sub-20, é, sem dúvida, Pedro Delgado, que alinhou esta época na Equipa B do Sporting CP. O jovem jogador, de 20 anos de idade, pode jogar também em qualquer um dos flancos, onde poderá utilizar a sua velocidade para causar problemas aos adversários, ou poderá jogar como segundo avançado, atrás do ponta-de-lança. Pedro Delgado é um jogador que, apesar dos 20 anos, aprendeu muito no Inter de Milão e agora quer brilhar na Coreia do Sul.  

7 - Allan Saint-Maximin (Bastia): Com uma passagem pelo Saint-Étienne, esta época Allan Saint-Maximin representou o Bastia, do treinador português Rui Almeida, onde foi uma das figuras da modesta equipa gaulesa. Agora na Seleção de Sub-20 da França, Saint-Maximin quer aproveitar esta prestigiante competição para se mostrar mais ao mundo do futebol. O jovem craque francês, de 20 anos de idade, também pode ocupar qualquer um dos flancos, onde poderá fazer uso da sua velocidade, ou poderá atuar mais como segundo avançado. 

8 - Rodrigo Bentancur (Boca Juniors/Juventus): Vai jogar na Juventus na próxima temporada futebolística, mas esta época foi uma das grandes figuras do Boca Juniors e é o nome mais sonante na Seleção de Sub-20 do Uruguai. Bentancur é dono de um excelente sentido posicional, acabando também por revelar mais três pontos fortes que o caraterizam muito bem: capacidade de passe (ao nível de um grande jogador), criatividade (bem ao estilo sul-americano) e força. O futuro craque bianconero procura o brilhantismo com a seleção celeste na Coreia do Sul e é o grande "motor" desta equipa. 

9 - Bruno Xadas (SC Braga): O último jogador português que pode brilhar neste Mundial de Sub-20 é, sem dúvida, Bruno Xadas, que alinhou na equipa principal do Sporting de Braga, na segunda volta, depois de exibições brilhantes na equipa secundária do clube bracarense. Xadas pode atuar como médio-centro ou até mesmo como médio-ofensivo, visto que apresenta uma excelente capacidade de passe, é muito forte na marcação e tem um bom remate de longa distância. Ao serviço de Portugal, Bruno Xadas quererá guiar a Seleção até à final do Campeonato do Mundo de Sub-20. 

10 - Gedion Zelalem (VVV-Venlo/Arsenal): Emprestado pelo Arsenal aos holandeses do VVV-Venlo, Gedion Zelalem é o jogador maior cartel na Seleção de Sub-20 dos Estados Unidos da América. Dono e senhor de um excelente sentido posicional, Zelalem apresenta quatro pontos fortes que o distinguem dos seus colegas de equipa: capacidade de passe, criatividade, velocidade e controlo da bola. Este jovem prodígio norte-americano quererá brilhar na seleção para mostrar a Arsène Wenger que pode muito bem contar com ele para a equipa principal dos Gunners.  


Qual é a vossa opinião acerca destes jovens talentos que estão no Campeonato do Mundo de Sub-20? Quem mais destacam deste Mundial de Sub-20, que se disputa na Coreia do Sul? Comentem.                       

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é feito de... Jeffren Suárez

Chegou a ser considerado com uma das maiores jovens promessas que saíram da cantera de La Masía, mas nunca conseguiu mostrar a 100% todo o potencial que lhe era atribuído por todos os adeptos de futebol. Dono de uma boa capacidade de finalização, este jogador possui também uma boa capacidade de drible, tem uma capacidade técnica um pouco acima da média, tem um excelente poder de explosão a partir das alas e é um jogador bastante veloz, utilizando a sua velocidade para causar estragos nas equipas adversárias. Passou por Espanha e Portugal, mas faltou-lhe aquela estrelinha para poder vingar a 100% nos clubes por onde passou. O seu nome é Jeffren Suárez.

INÍCIO PROMETEDOR EM LA MASÍA Nascido no dia 20 de Janeiro de 1988, na cidade venezuelana de Ciudad Bolívar,Jeffren Isaac Suárez Bermúdez deu início à sua carreira de futebolista profissional, na época de 2004/2005, quando integrou as camadas jovens do Barcelona, privando com jovens craques como, por exemplo, Pedro Rodríguez. Na temporada…

Lucas Perri colocado na rota do Sporting

De acordo com o jornal desportivo português A Bola, Lucas Perri, jovem guarda-redes brasileiro, de 20 anos de idade, que representa o São Paulo, está na mira do Sporting Clube de Portugal para reforçar o clube verde e branco na próxima temporada. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, além do clube de Alvalade, há mais três equipas europeias interessadas em contratar este jovem guarda-redes sul-americano, que é conhecido no futebol brasileiro como o novo Alisson Becker: Nápoles, AS Roma e Celta de Vigo. De referir ainda que Lucas Perri, que passou ainda pelo Ponte Preta, é considerado como uma das maiores jovens promessas do futebol canarinho

Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Lucas Perri poderia ser uma excelente contratação para o Sporting? Comentem.

Desde a "bicicleta do Tiuí" nunca mais houve uma final entre dois grandes

18 de Maio de 2008. O Estádio do Jamor recebia mais uma final da Taça de Portugal, desta vez, entre o Sporting Clube de Portugal e o Futebol Clube do Porto. Nesse jogo, os comandados de Paulo Bento, então treinador do Sporting, venceram os dragões, de Jesualdo Ferreira, por 2-0. Até aqui tudo normal, senão houvesse um herói improvável: Rodrigo Bonifácio da Rocha. Mas os adeptos facilmente o conhecem como Rodrigo Tiuí.  De então para cá nunca mais houve uma final que pusesse frente a frente dois dos chamados Três Grandes do futebol português, sendo que desde essa época de 2007/2008, as três equipas do costume chegaram sempre à final do Jamor, mas acabaram por defrontar sempre equipas pequenas do nosso campeonato e até da antiga II Divisão portuguesa. Mas vamos por partes.  No que diz respeito ao Sporting Clube de Portugal, o conjunto verde e branco, depois da "final do golo do Tiuí", voltou a duas finais, visto que na época de 2011/2012 o Sporting defrontou a Académica de Co…