Avançar para o conteúdo principal

Quem se segue depois de Nuno Espírito Santo?

Resultado de imagem para nuno espirito santo fcp adeusConcluído mais um campeonato português e o Futebol Clube do Porto voltar a terminar uma época sem qualquer título conquistado. E já lá vão quatro anos sem vencer qualquer troféu a nível desportivo... desde a Supertaça de Portugal no consulado de Paulo Fonseca. Nestes penosos quatro anos, sem qualquer título, o FC Porto contou teve vários treinadores que pouco, ou nada, fizeram para devolver o clube azul e branco aos tempos do sucesso desportivo. Primeiro, chegou Paulo Fonseca, mas ao desgraçado deram-lhe jogadores de qualidade duvidosa como, por exemplo, Josué, Licá ou Nabil Ghilas (o eterno "Benzema de Moreira de Cónegos") e com essa fraca matéria-prima não se pode pedir milagres a um treinador. Na mesma época (2013/2014), Paulo Fonseca saiu e entrou Luís Castro que apresentou alguns resultados em pouco tempo, mas logo foi escorraçado do clube do Dragão, para depois irem buscar Julen Lopetegui na época de 2014/2015. Com Lopetegui ao comando da equipa portista, acabaram por chegar jogadores sonantes, na primeira época, como, por exemplo, Óliver Torres, Cristian Tello, Brahimi ou Casemiro, mas títulos desportivos é que nem vê-los. E na segunda época, Lopetegui ainda foi buscar Iker Casillas, mas nem assim conseguiu devolver o FC Porto à glória, tendo saído a meio da época passada. Logo de seguida chegou José Peseiro... e a equipa não melhorou em nada e acabou mesmo por "bater no fundo" ao perder a final da Taça de Portugal diante do Sporting de Braga... de Paulo Fonseca (como o futebol é irónico).
No início da presente temporada de 2016/2017, o Futebol Clube do Porto foi buscar Nuno Espírito Santo, mas o antigo guarda-redes nunca foi um nome muito consensual entre os dirigentes do clube do Norte e, muito menos, entre a massa associativa. E com Nuno Espírito Santo, o FC Porto nunca praticou um futebol atrativo, jogava sempre com medo de perder e sempre que teve uma oportunidade para passar para a liderança do campeonato acabava por claudicar. Agora que Nuno Espírito Santo sairá do FC Porto, a SAD do clube precisa de escolher bem o próximo treinador que terá a árdua tarefa de devolver o clube à conquista de títulos desportivos. Mais abaixo irei falar de três treinadores que poderiam colocar o FC Porto de volta à conquista de títulos, como habituou os adeptos num passado não muito longínquo. 


Marco Silva: É talvez o treinador mais difícil de tentar trazer, de novo, para o futebol português, depois do excelente trabalho realizado no Hull City, mesmo não tendo conseguido salvar esse modesto clube inglês da descida ao sempre exigente Championship. O antigo treinador de Estoril-Praia, Sporting CP e Olympiacos seria o nome ideal para voltar a colocar o FC Porto no rumo dos títulos desportivos, mas a cotação que alcançou em Inglaterra levá-lo-á a assinar contrato com um clube mais forte financeiramente na Premier League.  

Paulo Sousa: O trabalho meritório realizado no comando técnico da Fiorentina, apesar de ter deixado o conjunto viola no oitavo lugar da Serie A italiana, pode servir para que o antigo internacional português possa ser o técnico eleito para devolver o FC Porto aos caminhos do sucesso desportivo. Paulo Sousa é um treinador que também sabe potenciar os jogadores que treina e alguns jogadores do FC Porto iriam render mais com o atual treinador da Fiorentina. 

Luís Castro: Se o ainda treinador do Rio Ave não tivesse chegado ainda a acordo com o Desportivo de Chaves para a próxima temporada, Luís Castro seria a pessoa certa para o lugar deixado vago por Nuno Espírito Santo. Em 2013/2014, quando rendeu Paulo Fonseca, Luís Castro, em pouco tempo, mostrou que era homem certo no lugar certo e agora seria novamente escolha acertada para treinar o conjunto portista, visto que conhece o clube por dentro e sabe potenciar jogadores da Equipa B, que ele tão bem conhece.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é feito de... Jeffren Suárez

Chegou a ser considerado com uma das maiores jovens promessas que saíram da cantera de La Masía, mas nunca conseguiu mostrar a 100% todo o potencial que lhe era atribuído por todos os adeptos de futebol. Dono de uma boa capacidade de finalização, este jogador possui também uma boa capacidade de drible, tem uma capacidade técnica um pouco acima da média, tem um excelente poder de explosão a partir das alas e é um jogador bastante veloz, utilizando a sua velocidade para causar estragos nas equipas adversárias. Passou por Espanha e Portugal, mas faltou-lhe aquela estrelinha para poder vingar a 100% nos clubes por onde passou. O seu nome é Jeffren Suárez.

INÍCIO PROMETEDOR EM LA MASÍA Nascido no dia 20 de Janeiro de 1988, na cidade venezuelana de Ciudad Bolívar,Jeffren Isaac Suárez Bermúdez deu início à sua carreira de futebolista profissional, na época de 2004/2005, quando integrou as camadas jovens do Barcelona, privando com jovens craques como, por exemplo, Pedro Rodríguez. Na temporada…

Lucas Perri colocado na rota do Sporting

De acordo com o jornal desportivo português A Bola, Lucas Perri, jovem guarda-redes brasileiro, de 20 anos de idade, que representa o São Paulo, está na mira do Sporting Clube de Portugal para reforçar o clube verde e branco na próxima temporada. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, além do clube de Alvalade, há mais três equipas europeias interessadas em contratar este jovem guarda-redes sul-americano, que é conhecido no futebol brasileiro como o novo Alisson Becker: Nápoles, AS Roma e Celta de Vigo. De referir ainda que Lucas Perri, que passou ainda pelo Ponte Preta, é considerado como uma das maiores jovens promessas do futebol canarinho

Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Lucas Perri poderia ser uma excelente contratação para o Sporting? Comentem.

Jubal na mira de alguns clubes portugueses

Tem qualidade para chegar a qualquer um dos três grandes? Desde que chegou ao futebol português, à duas temporadas, para jogar no Arouca, o defesa-central brasileiro evoluiu de forma muito positiva e, em Guimarães, tem sido um peça fundamental, quer para José Peseiro, quer para Pedro Martins, quando este passou pela Cidade-Berço.Ainda assim, não seria descabido se algum clube estrangeiro se antecipasse e viesse buscar este excelente jogador. 
De acordo com o jornal desportivo português O Jogo, Jubal Júnior, defesa-central brasileiro, de 24 anos de idade, que representa atualmente o Vitória de Guimarães, por empréstimo do Arouca, está a realizar uma temporada muito boa em Guimarães e o clube vimaranense poderá exercer a opção de compra do defesa canarinho. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, o Vitória de Guimarães pretende ficar com o jogador, em definitivo, e o clube vimaranense e o Arouca irão discutir uma eventual transferência para o Minho, tendo em conta que ex…