Avançar para o conteúdo principal

Golo solitário de Cristiano Ronaldo dá três pontos preciosos a Portugal


RÚSSIA 0-1 PORTUGAL
(Cristiano Ronaldo 8')

Hoje, na Arena Otkrytiye, a Seleção Nacional derrotou, por 0-1, a Seleção da Rússia e garantiu, até ao momento, a passagem à próxima fase da Taça das Confederações, que se disputa, precisamente, na Rússia. O destaque desta partida vai, claramente, para a boa exibição da Seleção Nacional e para o golo solitário de Cristiano Ronaldo, bem como a exibição paupérrima da seleção russa e a boa arbitragem do árbitro italiano Gianluca Rocchi.  


GOLOS

8' - PORTUGAL: Golo de Cristiano Ronaldo - Depois de Bernardo Silva passar a bola para Raphaël Guerreiro, no lado esquerdo do ataque de Portugal, o lateral-esquerdo do Borussia Dortmund executou um excelente cruzamento para a grande área da Seleção da Rússia, onde apareceu Cristiano Ronaldo a cabecear o esférico para o fundo das redes defendidas por Igor Akinfeev. Estava feito o 0-1 final para a Seleção Nacional.  


DESTAQUES

Igor Akinfeev - Apesar de ter sofrido o golo solitário de Cristiano Ronaldo, Akinfeev evitou que a Rússia fosse goleada e humilhada pelo Campeão Europeu na própria casa.  

Fyodor Smolov - O avançado russo foi sempre uma constante "dor de cabeça" para a defesa da Seleção Nacional.  

Georgi Dzhikya - Este defesa-central russo deveria ter sido expulso, na segunda parte, depois uma entrada dura sobre o defesa-central luso-brasileiro Pepe. 

Cristiano Ronaldo - Já não há mais palavras que descrevam este fantástico futebolista. Tem tudo para ganhar a Taça das Confederações.  

Raphaël Guerreiro - Foi dele a excelente assistência para o único golo de Portugal, mas acabou por sair lesionado, no segundo tempo, dando o lugar a Eliseu. 

Bernardo Silva - A jogada do golo nacional começou nos seus pés e o jovem craque do Manchester City tentou sempre encontrar o caminho da baliza russa. 

Pepe/Bruno Alves - Esta dupla defensiva da Seleção Nacional funcionou bem e será muito difícil para o José Fonte recuperar a titularidade. 



Homem do jogo da parte da Rússia: Igor Akinfeev 
Homem do jogo da parte de Portugal: Cristiano Ronaldo  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é feito de... Jeffren Suárez

Chegou a ser considerado com uma das maiores jovens promessas que saíram da cantera de La Masía, mas nunca conseguiu mostrar a 100% todo o potencial que lhe era atribuído por todos os adeptos de futebol. Dono de uma boa capacidade de finalização, este jogador possui também uma boa capacidade de drible, tem uma capacidade técnica um pouco acima da média, tem um excelente poder de explosão a partir das alas e é um jogador bastante veloz, utilizando a sua velocidade para causar estragos nas equipas adversárias. Passou por Espanha e Portugal, mas faltou-lhe aquela estrelinha para poder vingar a 100% nos clubes por onde passou. O seu nome é Jeffren Suárez.

INÍCIO PROMETEDOR EM LA MASÍA Nascido no dia 20 de Janeiro de 1988, na cidade venezuelana de Ciudad Bolívar,Jeffren Isaac Suárez Bermúdez deu início à sua carreira de futebolista profissional, na época de 2004/2005, quando integrou as camadas jovens do Barcelona, privando com jovens craques como, por exemplo, Pedro Rodríguez. Na temporada…

Lucas Perri colocado na rota do Sporting

De acordo com o jornal desportivo português A Bola, Lucas Perri, jovem guarda-redes brasileiro, de 20 anos de idade, que representa o São Paulo, está na mira do Sporting Clube de Portugal para reforçar o clube verde e branco na próxima temporada. Ainda de acordo com o mesmo diário desportivo nacional, além do clube de Alvalade, há mais três equipas europeias interessadas em contratar este jovem guarda-redes sul-americano, que é conhecido no futebol brasileiro como o novo Alisson Becker: Nápoles, AS Roma e Celta de Vigo. De referir ainda que Lucas Perri, que passou ainda pelo Ponte Preta, é considerado como uma das maiores jovens promessas do futebol canarinho

Qual é a vossa opinião acerca desta notícia? Lucas Perri poderia ser uma excelente contratação para o Sporting? Comentem.

Desde a "bicicleta do Tiuí" nunca mais houve uma final entre dois grandes

18 de Maio de 2008. O Estádio do Jamor recebia mais uma final da Taça de Portugal, desta vez, entre o Sporting Clube de Portugal e o Futebol Clube do Porto. Nesse jogo, os comandados de Paulo Bento, então treinador do Sporting, venceram os dragões, de Jesualdo Ferreira, por 2-0. Até aqui tudo normal, senão houvesse um herói improvável: Rodrigo Bonifácio da Rocha. Mas os adeptos facilmente o conhecem como Rodrigo Tiuí.  De então para cá nunca mais houve uma final que pusesse frente a frente dois dos chamados Três Grandes do futebol português, sendo que desde essa época de 2007/2008, as três equipas do costume chegaram sempre à final do Jamor, mas acabaram por defrontar sempre equipas pequenas do nosso campeonato e até da antiga II Divisão portuguesa. Mas vamos por partes.  No que diz respeito ao Sporting Clube de Portugal, o conjunto verde e branco, depois da "final do golo do Tiuí", voltou a duas finais, visto que na época de 2011/2012 o Sporting defrontou a Académica de Co…