Olheiro: Botev Plovdiv

Hoje na rúbrica Olheiro irá ser analisada a equipa dos búlgaros do Botev Plovdiv, que irá defrontar o Club Sport Marítimo num jogo também a contar para a pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga Europa na época de 2017/2018. Comandados pelo técnico búlgaro Nikolai Kirov, o Botev Plovdiv parte com menos favoritismo em relação ao Marítimo que regressa, assim, às competições europeias pela mão de Daniel Ramos. 
O Botev Plovdiv é teoricamente mais fraco que o Marítimo, mas o conjunto búlgaro quererá superar o adversário madeirense para que possa, assim, chegar mais perto da fase de grupos da Liga Europa. E para isso o técnico Nikolai Kirov irá construir um onze para tentar eliminar o homólogo madeirense. Mas vamos por partes. 
No que toca à defesa, na baliza do Botev Plovdiv poderá jogar o trintão Ivan Cvorovic e no quarteto defensivo Tsvetomir Panov poderá jogar como lateral-direito e Yordan Minev poderá desempenhar a função de lateral-esquerdo, enquanto que Viktor Genev e Plamen Dimov poderão constituir a dupla de defesas-centrais encarregues de pararem os atacantes do Marítimo. 
Logo a seguir, na zona do meio-campo do conjunto da Bulgária, o brasileiro Álvaro Ongilio poderá desempenhar a função de médio-defensivo do Botev Plovdiv, de forma a ajudar nas tarefas defensivas, enquanto que Omar Kossoko, internacional pelo Benim, poderá desempenhar a função de número 8 no conjunto orientado por Nikolai Kirov. No que diz respeito aos flancos, Todor Nedelev poderá jogar no lado direito e Krum Stoyanov poderá atuar pelo lado esquerdo, de forma a darem mais profundidade ao ataque pelos respetivos flancos e a apoiarem os dois homens que estarão de serviço na frente ofensiva. 
Por fim, na frente de ataque do Botev Plovdiv, o técnico búlgaro poderá utilizar a dupla brasileira, onde Felipe Brisola poderá jogar como segundo avançado, de forma a poder apoiar o ponta-de-lança brasileiro Fernando Viana, que poderá ser titular no jogo da primeira mão desta pré-eliminatória. 
No que toca ao duelo nos bancos, tanto Nikolai Kirov como Daniel Ramos não apresentam uma grande experiência europeia, pelo que será uma estreia para os dois técnicos. Mas uma coisa será certa: tanto Nikolai Kirov como Daniel Ramos quererão vencer o jogo da primeira mão, para que possam, assim, ir com uma vantagem muito boa para o jogo da segunda mão desta pré-eliminatória da Liga Europa. Cada um dos treinadores, com as suas armas, irá tentar chegar à fase de grupos da Liga Europa, mas apenas um poderá sorrir no final. E, como português, espero que seja o Daniel Ramos a sorrir perante o seu homólogo búlgaro. Que seja um grande jogo na quinta-feira.        

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

OFICIAL: Simeon Slavchev vai continuar emprestado ao Lechia Gdańsk

Scouting: Jorge Fellipe