domingo, 30 de julho de 2017

SC Covilhã: a lutar pela manutenção outra vez...

Depois de na época passada, o técnico Filipe Gouveia ter apontado à subida de divisão, o Sporting Clube da Covilhã acabou o campeonato da Segunda Liga num oitavo lugar com algum mérito. Este ano o grande objetivo do Sporting da Covilhã passa por fazer um campeonato tranquilo e se possível conseguir "fugir" o mais depressa possível à descida de divisão. E para isso, Filipe Gouveia contará com alguns jogadores experientes como, por exemplo, João Dias (ex-Santa Clara) ou Hans (ex-Desportivo das Aves) e alguns jogadores menos conhecidos como, por exemplo, Fatai (ex-Paços de Ferreira), Adul Seidi (ex-Marítimo) ou Amadu Turé (ex-Bragança) para conseguir atingir os objetivos da nova temporada futebolística dos leões da serra. Mas vamos por partes. 
Na baliza, o Sporting Clube da Covilhã irá contar, como titular, com Igor Rodrigues, que já foi apontado ao Benfica, mantendo, na sombra, Vítor São Bento (ex-Nacional da Madeira ) e o experiente Igor Araújo. Logo a seguir, o quarteto defensivo dos leões da serra será constituído por Joel Vital, que transita da época passada, no lado esquerdo, e João Dias poderá ser o lateral-direito, enquanto que a dupla de defesas-centrais poderá ser formada por Kiko Zarabi, que também vem da época anterior, e por Alexandre Hans. Ainda assim, Renato Reis, Gerson, Nuno Reigones e Reinildo Mandava poderão também ser opções para a equipa titular do SC Covilhã. 
Resultado de imagem para bilel aouacheriaDe seguida, na zona do meio-campo, o Sporting Clube da Covilhã poderá jogar com um sistema de 4x3x3, com três homens nessa zona nevrálgica do terreno de jogo, onde o maliano Djikiné poderá desempenhar a função de médio-defensivo na equipa de Filipe Gouveia, enquanto que Fábio Martins, emprestado pelo Sporting Clube de Portugal, poderá jogar como médio interior esquerdo e o experiente Gilberto Silva poderá atuar como médio interior direito. 
Por fim, na frente de ataque, o conjunto serrano poderá atuar com três homens no ataque, onde o nigeriano Sodiq Fatai, emprestado pelo Paços de Ferreira, poderá desempenhar a função de extremo-esquerdo e o o francês Bilel Aoucheria, que regressa ao clube que o lançou em Portugal, poderá jogar como extremo-direito, de forma a que possam dar mais criatividade, velocidade e profundidade aos respetivos flancos e apoiar o ponta-de-lança que deverá ser o guineense Adul Seidi, que está por empréstimo do Marítimo nos leões da serra. Ainda assim, Hudson, Amadu Turé ou Bonani também poderão ser escolhidos pelo técnico verde e branco para jogarem na frente de ataque em caso de necessidade. 
Em suma, Filipe Gouveia, treinador do Sporting Clube da Covilhã, terá um conjunto de jogadores para poder lutar pela manutenção na Segunda Liga, mas se as coisas correrem bem poderá até conseguir atingir algum lugar de subida ou, até mesmo, lutar pela subida à Primeira Liga, como aconteceu na temporada de 2014/2015, sob o comando técnico de Francisco Chaló.             

Sem comentários:

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.