O Desaparecido: Diogo Rosado

O Desaparecido é uma rúbrica semanal do blogue desportivo Galáxia Futebolística, onde será falado um futebolista que tenho sido apontado como grande jovem promessa, mas que nunca tenho conseguido mostrar todo o seu potencial ao mais alto nível.


Muito antes de Gelson Martins, Daniel Podence, Matheus Pereira e Rafael Leão andarem pela equipa principal do Sporting Clube de Portugal, o clube verde e branco teve uma das maiores pérolas nacionais nas camadas jovens.
Lançado na equipa principal leonina, na época de 2008/2009, por Paulo Bento, Diogo Rosado era vista como a grande jovem promessa da Academia de Alcochete, mas nunca teve muitas chances de poder mostrar todo o seu potencial, acabando sempre por ser emprestado. Irmão de João Rosado, jogador que passou por modestos clubes, como, por exemplo, Peniche, Atouguiense ou Olho Marinho, Diogo Rosado era visto como um jogador rápido, tinha uma capacidade de drible e uma boa capacidade de finalização.

Resultado de imagem para diogo rosado blackburn

Face à não-utilização que teve na equipa principal do Sporting, Diogo Rosado foi cedido, a título de empréstimo, por três vezes: na época de 2009/2010, Diogo Rosado foi emprestado ao Real Massamá e jogou bastantes vezes, mas marcou muito pouco (15 jogos - 1 golo); na época seguinte, em 2010/2011, Diogo Rosado foi emprestado ao Penafiel e na equipa duriense jogou 9 jogos e não marcou qualquer golo; na época de 2011/2012, Diogo foi emprestado ao Feirense e voltou a jogar com mais regularidade, mas marcou novamente poucos golos (19 jogos - 2 golos). Terminado o último empréstimo, Diogo Rosado desvinculou-se do Sporting e rumou a Inglaterra, ainda na época de 2011/2012, onde assinou pelo Blackburn Rovers, onde teve prestações muito pobres: pela equipa de Sub-21 jogou 3 jogos e marcou, apenas, 1 golo; e pela equipa principal do Blackburn jogou, também, 3 jogos, mas golos nem vê-los. Na temporada de 2012/2013 regressou a Portugal, por empréstimo do Blackburn Rovers, para jogar na Equipa B do Benfica, onde apresentou números muito fraquinhos (12 jogos - 4 golos).


Na época seguinte, em 2013/2014, Diogo Rosado desvinculou-se dos ingleses do Blackburn Rovers, assinando pelo Vitória de Setúbal, onde foi várias vezes utilizados mas mostrou muito pouco (15 jogos - 0 golos).  Ainda na época de 2013/2014, Diogo Rosado deixou o Vitória de Setúbal e rumou a França, para assinar pelo modesto Arles-Avignon, onde também passou ao lado: 5 jogos e zero golos marcados.  
Na temporada de 2014/2015, o extremo português foi para o Paços de Ferreira, mas também não esteve muito bem (e com os mesmos números da passagem por França) - 5 jogos e zero golos. Ainda na época de 2014/2015, Diogo Rosado saiu do Paços de Ferreira e rumou ao estrangeiro para não mais voltar a Portugal: no Chipre esteve no Ermis Aradippou (2014/2015: 15  jogos - 0 golos) e nos angolanos do Progresso Lunda Sul (2016: 10 jogos - 0 golos). No presente ano de 2017, Diogo Rosado joga no 1º de Agosto, de Angola, onde, até ao momento, jogou 24 jogos e marcou, para já, 5 golos. Aos 27 anos de idade, fica a ideia de que Diogo Rosado tinha muito talento para mostrar num grande campeonato, mas parece que lhe faltou sempre algo mais. Um grande talento que ficou pelo caminho.    

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

OFICIAL: Simeon Slavchev vai continuar emprestado ao Lechia Gdańsk

Scouting: Jorge Fellipe