Scouting: Brayan Riascos

Scouting é uma rúbrica semanal do blogue desportivo Galáxia Futebolística, onde serão dados a conhecer jogadores que atuam fora dos grandes campeonatos europeus, independentemente da sua idade e equipa que representam.

Wason Rentería. Radamel Falcao. Jackson Martínez. James Rodríguez. Fredy Montero. Téo Gutiérrez. Felipe Pardo. Estes foram jogadores que deixaram a sua marca no campeonato português, com as camisolas do FC Porto, do Sporting e, até, do SC Braga, mas em Oliveira de Azeméis mora aquele que é um dos jogadores de maior qualidade da equipa da Oliveirense, treinada por Pedro Miguel - um homem que conhece bem o emblema oliveirense.      
Lançado por Porfírio Amorim, no Trofense, na época de 2013/2014, Brayan Riascos é um avançado muito possante, ainda assim é um pouco lento devido ao seu físico imponente, é um avançado muito forte no jogo aéreo, graças aos seus 1,83 metros de altura, e apresenta uma boa capacidade de finalização, como fica bem comprovada com os 13 golos que já apontou ao serviço da Oliveirense esta época.
Resultado de imagem para brayan riascos oliveirense Formado nos escalões de formação do histórico emblema brasileiro do Corinthians, onde esteve com outros jovens prodígios brasileiros, como, por exemplo Marquinhos (hoje no Paris Saint-Germain) ou Rivaldinho (filho de Rivaldo, antigo internacional brasileiro, e que joga, atualmente, nos búlgaros do Levski de Sófia). Esteve duas épocas na cantera do Corinthians (2012 e 2013) e nesse ano de 2013, Brayan Riascos foi emprestado ao Flamengo-SP, pelo Timão, e onde foi utilizado com alguma regularidade e onde mostrou constantemente alguma qualidade: em 17 jogos oficiais, Riascos marcou, apenas, 5 golos pelo Flamengo-SP.  
Depois do empréstimo a esse modesto clube brasileiro, Brayan Riascos seguiu, então, para Portugal, onde assinou pelo Trofense, por empréstimo do Corinthians. Na Trofa, o avançado colombiano esteve duas épocas e meia, mas, mesmo assim, foi aposta regular no Trofense e mostrou qualidade na finalização: em duas épocas, na Trofa, Riascos jogou, na totalidade, 33 jogos oficiais e apontou 10 golos (2013/2014: 12 jogos - 4 golos; 2014/2015: 21 jogos - 6 golos). Após duas épocas e meia a mostrar qualidade com a camisola do Trofense, Brayan Riascos regressou ao Brasil e foi emprestado, novamente, pelo Corinthians: na segunda passagem pelo Flamengo-SP, o avançado colombiano participou em 14 jogos e marcou só 2 golos; e pelo modesto Bragantino, também do estado de São Paulo, Riascos jogou em 2 jogos oficiais e não marcou nenhum golo.
Resultado de imagem para brayan riascos oliveirense Terminada a saga de empréstimos, onde só mostrou a sua verdadeira qualidade ao serviço do Trofense, Brayan Riascos desvinculou-se dos brasileiros do Corinthians e rumou até ao seu país natal, a Colômbia, onde jogou no Atlético Huila, em 2016. No futebol colombiano, ao serviço do Atlético Huila, o avançado sul-americano só jogou em 5 jogos e não marcou qualquer golo, prolongando, assim, a sua seca de golos. Na época passada, em 2016/2017, o avançado colombiano regressou a Portugal, e novamente ao Norte do país, e assinou contrato com o Famalicão, onde jogou em 3 jogos oficiais pelo emblema famalicense, mas continuou sem marcar golos na Segunda Liga portuguesa; na presente temporada de 2017/2018, Brayan Riascos continuou no Norte, mas rumou até Oliveira de Azeméis, onde assinou pela Oliveirense, sendo a figura do ataque da equipa de Pedro Miguel. No emblema do Estádio Carlos Osório, Riascos participou, até ao momento, 37 jogos e já marcou 13 golos (superando os 10 golos marcados no Trofense, em duas épocas, e acabando o seu jejum de golos). Aos 23 anos de idade, Brayan Riascos já mostrou qualidade mais que suficiente para jogar num patamar mais alto, no futebol português, e encaixaria muito bem em equipas da Primeira Liga, como, por exemplo, Rio Ave, Desportivo de Chaves, Marítimo ou Estoril-Praia. Este avançado colombiano é mais um futebolista de grande qualidade que vai brilhando nos relvados dos estádios da Segunda Liga portuguesa.        

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

Vai dar que falar... Léo Jabá

Scouting: Jorge Fellipe