O Desaparecido: Isaac Cuenca

Resultado de imagem para isaac cuenca barcelona
O Desaparecido é uma rúbrica semanal do blogue desportivo Galáxia Futebolística, onde será falado um futebolista que tenho sido apontado como grande jovem promessa, mas que nunca tenho conseguido mostrar todo o seu potencial ao mais alto nível.

Jeffren Suárez. Cristian Tello. Sergi Roberto. Martín Montoya. Marc Bartra. Álex Grimaldo. Estes são alguns nomes que saíram da famosa cantera de La Masía, viveiro de jovens talentos do Barcelona e onde estão novos jovens prodígios do emblema catalão. Mas Isaac Cuenca era um dos mais prodigiosos do histórico clube da Catalunha e aquele mais prometia nas camadas jovens. Dono de uma excelente capacidade de drible, Cuenca é um jogador veloz, é dono de um sentido posicional muito bom, possui uma razoável capacidade de finalização e mostra ser um jogador muito determinado dentro das quatro linhas e foi lançado na equipa principal do Barcelona pelo malogrado técnico catalão Tito Vilanova.

Resultado de imagem para isaac cuenca barcelona 

Com passagem pelos escalões de formação do Espanyol, Barcelona, CF Reus e do CF Damm, Isaac Cuenca seguiu, por empréstimo do Barcelona, para o modesto Sabadell, na época de 2010/2011, onde foi opção regular na Segunda Divisão B, mas marcou poucos golos (2010/2011: 32 jogos - 5 golos). Na mesma época de 2010/2011, Isaac Cuenca regressou ao Barcelona, integrando a Equipa B, e jogou 5 jogos, marcando 2 golos na Segunda Liga espanhola. Na temporada seguinte, em 2011/2012, Cuenca permaneceu na Catalunha, onde passou para a equipa principal do Barça, e onde ainda jogou muitos jogos pela equipa principal blaugrana (2011/2012: 30 jogos - 4 golos). Na época de 2012/2013, Isaac Cuenca foi cedido, a título de empréstimo, ao Ajax de Amesterdão, mas a passagem pela capital holandesa correu muitíssimo mal ao craque espanhol: em 5 jogos disputados pelo histórico emblema holandês não marcou qualquer golo. 

Resultado de imagem para isaac cuenca ajax            

Terminado o empréstimo ao Ajax, Isaac Cuenca regressou a Espanha e desvinculou-se do Barcelona, para assim mudar-se para outros emblemas em definitivo, como aconteceu, na época de 2014/2015, quando assinou pelo Deportivo da Corunha: no emblema da Galiza, Cuenca participou em 29 jogos oficiais e marcou, apenas, 2 golos; na mesma temporada, Cuenca foi para a Turquia, jogar no Bursaspor, mas jogou 19 jogos e marcou, apenas, 1 golo. 
De seguida, Isaac Cuenca esteve duas temporadas no Granada, continuando pela La Liga, e participou, na totalidade, em 38 jogos oficiais e marcou 4 golos (2015/2016: 12 jogos - 2 golos; 2016/2017: 26 jogos - 2 golos). 
Na presente temporada desportiva de 2017/2018, Isaac Cuenca deixou o Granada e rumou para Israel, onde assinou pelo Hapoel Be'er Sheva. Até ao momento, pelo emblema israelita, Cuenca participou em 15 jogos oficiais e apontou 3 golos.

Resultado de imagem para isaac cuenca granada       

Aos 27 anos de idade, Isaac Cuenca conseguiu mostrar, a espaços, alguma qualidade que fê-lo evidenciar-se nas camadas jovens e que poderia, sem dúvida, ter chegado a grandes palcos e clubes do futebol europeu. Teve alguns percalços na sua carreira, desde que deixou o Barcelona, que não lhe permitiram evoluir mais. Agora já é muito tarde para chegar a um campeonato de topo, exceto a La Liga, mas seria bem-vindo ao nosso campeonato lusitano. A ver vamos se ainda poderá, um dia, chegar à Seleção de Espanha. Já merecia representar La Roja.      

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

Vai dar que falar... Léo Jabá

Scouting: Jorge Fellipe