OFICIAL: Paulo Sérgio assina contrato com os iranianos do Sanat Naft

Resultado de imagem para paulo sergio academica
O antigo treinador do Sporting Clube de Portugal já vai na quinta aventura pelo estrangeiro (Escócia, Roménia, Chipre, Emirados Árabes Unidos e Irão) e tão cedo é capaz de não regressar ao futebol português, desde que deixou a Académica de Coimbra no final da época de 2014/2015. No Sanat Naft, Paulo Sérgio vai encontrar um clube que é maioritariamente composto por jogadores iranianos e que tem, até ao momento, três jogadores brasileiros (Augusto César, Magno e Chimba) e um iraquiano (Karrar Jassim).  

É oficial: Paulo Sérgio, treinador português, de 50 anos de idade, que orientou o Dibba Al Fujairah, dos Emirados Árabes Unidos, na temporada de 2016/2017, é o novo treinador dos iranianos do Sanat Naft, do principal campeonato do Irão, de acordo com o site desportivo português TransferMarkt. Ainda de acordo com o mesmo site desportivo nacional, o antigo treinador do Sporting foi anunciado como treinador do Sanat Naft, no site oficial do clube iraniano, mas sem ser revelada a duração do contrato do técnico português. Depois de um ano sem treinar qualquer clube, Paulo Sérgio voltará, assim, ao ativo. De referir ainda que, além do Sporting e do Dibba Al Fujairah, o técnico luso treinou ainda o Olhanense, o Santa Clara, o Beira-Mar, o Paços de Ferreira, o Vitória de Guimarães, o Hearts (Escócia), o APOEL Nicósia (Chipre) e a Académica de Coimbra.    

Comentários

  1. A meio da época ainda vem parar à Liga NOS para ir treinar o Desportivo das Aves ou, até mesmo, o Santa Clara.
    Lembro-me que no Paços de Ferreira e no Vitória de Guimarães fez bons trabalhos, mas no Sporting foi uma nódoa autêntica. Mas também treinar uma equipa com jogadores como Jaime Valdés, Maniche, Torsiglieri ou Tales, por exemplo, não foi nada fácil. E ainda perdeu o Liedson em Janeiro, salvo erro.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Podem comentar á vontade e cada um pode expressar a sua opinião, mas aviso já que não aceito comentários insultuosos contribuindo para o bom funcionamento da caixa de comentários e para debater opiniões sobre as notícias colocadas no blog.
Por fim, peço também aos "anónimos" que assinem o seu nome/nick no final dos seus comentários de modo a facilitar a comunicação entre os leitores e o autor do blog.

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

Scouting: Jorge Fellipe

Convocatória de Rui Vitória para o Bonfim sem qualquer novidade