Seleção da Bélgica: expetativas elevadas nos "Diabos Vermelhos"


Resultado de imagem para belgica mundial 2018
O Campeonato do Mundo tem 32 seleções em competição, mas a Seleção da Bélgica é das seleções mais fascinantes já que há opções de grande qualidade para todos os setores do campo: baliza (Courtois, Mignolet e Castrels), defesa (Kompany, Vermaelen, Meunier ou Vertonghen), meio-campo (Fellaini, Witsel, Dembélé, Tielemans ou Dendoncker) e ataque (Hazard, De Bruyne, Mirallas, Lukaku ou Mertens).  Neste Campeonato do Mundo de 2018, as expetativas sobre os Diabos Vermelhos estão elevadas, já que no Brasil chegaram aos quartos-de-final. E agora, na Rússia, espera-se que atinjam, pelo menos, essa fase da prova.
Com a qualidade que têm na sua equipa, não foi surpresa alguma terem despachado a fase de qualificação da maneira que despacharam. Os Diabos Vermelhos, na Fase de Qualificação, terminaram o seu grupo em primeiro lugar, ficando à frente da Grécia, da Bósnia-Herzegovina, da Estónia, do Chipre e de Gibraltar, somando 9 vitórias, 1 empate, 0 derrotas, 43 golos marcados, 6 sofridos e 28 pontos em 10 jogos realizados. 
Agora no Mundial de 2018, a Seleção da Bélgica é uma das favoritas a passar a fase de grupos em primeiro lugar, num grupo onde está a Inglaterra, a Tunísia e o Panamá. Será uma luta acesa com a Inglaterra pelo primeiro posto e um jogo quase a feijões com Tunísia e Panamá, que poderão ajudar a definir o número de golos marcados e sofridos. 

Estrela da Equipa: Eden Hazard (Chelsea): A Seleção da Bélgica é um das seleções mais entusiasmantes e está recheada de estrelas, onde Eden Hazard é, por assim dizer, a estrela-maior dos Diabos Vermelhos. O futebolista do Chelsea junta a velocidade, aceleração e a mobilidade à enorme criatividade, virtuosismo técnico e capacidade de drible que lhe permite criar imensos desequilíbrios no um para um. Hazard é um jogador muito inteligente a ler o jogo e é arguto no passe, aparece com grande facilidade em zonas de finalização e é destro no remate de pé direito. Aos 27 anos de idade, Eden Hazard vai participar no seu segundo Campeonato do Mundo e vai tentar levar a sua seleção belga, novamente, até aos quartos-de-final do Mundial de 2018. Uma boa prestação no certame poderá valer-lhe um salto para o Real Madrid ou para um outro grande clube europeu. 

Jogador a Seguir: Youri Tielemans (AS Mónaco): Com passagem pelos escalões de formação do Anderlecht, Youri Tielemans é a jovem estrela do AS Mónaco e da Seleção da Bélgica. No Mundial de 2018, Tielemans dificilmente será titular na equipa, visto que na sua posição há Marouane Fellaini, Axel Witsel e Mousa Dembélé, mas a qualquer momento, em qualquer jogo, Roberto Martínez poderá fazer uso das qualidades do jovem craque belga. Dono de um excelente sentido posicional, Youri Tielemans tem velocidade, mobilidade, controlo de bola, criatividade, remate de meia distância e capacidade de finalização, como mostram os 18 golos em 53 jogos na última época no Anderlecht. Aos 21 anos de idade, Tielemans vai fazer a sua estreia em Campeonatos do Mundo e terá, na Rússia, a sua grande oportunidade dourada para realizar uma boa prestação, quer para se valorizar, quer para justificar a titularidade, a longo prazo, no AS Mónaco.  

Selecionador: Roberto Martínez (espanhol, 44 anos): Adepto do sistema tático de 3x4x2x1, Roberto Martínez mostrou a ter a flexibilidade tática que faltara a Marc Wilmots no Campeonato da Europa. O ex-treinador do Everton valoriza, e muito, a posse de bola, o jogo pensado a caminho do golo e nesta Seleção da Bélgica vai conseguindo colocar em práticas as suas ideias num grupo dos mais talentosos do Mundo. A seleção dos Diabos Vermelhos não costumam sair de um jogo sem marcarem golos, como se viu nas goleadas durante a fase de qualificação, mas apresentam dificuldades perante defesas cerradas. Mas quem tem Hazard, De Bruyne, Lukaku, Witsel, Tielemans ou Mertens, por exemplo, estará sempre muito mais perto de ganhar qualquer jogo. 

Equipa-Tipo: Thibaut Courtois, Toby Alderweireld, Jan Vertonghen, Vincent Kompany; Kevin de Bruyne, Marouane Fellaini, Axel Witsel, Yannick Ferreira-Carrasco; Eden Hazard, Dries Mertens; Romelu Lukaku. 

Selecionador: Roberto Martínez

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

Scouting: Jorge Fellipe

Convocatória de Rui Vitória para o Bonfim sem qualquer novidade