Seleção da Sérvia: quarta presença num Mundial desde o fim da Jugoslávia

Resultado de imagem para servia mundial 2018
Desde que a Jugoslávia foi desintegrada a a Seleção da Sérvia já participou em três Campeonatos do Mundo: em 1998, 2002 e 2006, como Sérvia e Montenegro, e em 2010, apenas, como Sérvia. O Mundial de 2018, na Rússia, será o quarto torneio em que esta seleção dos balcãs, desde o fim da Jugoslávia, e o segundo, enquanto Sérvia. Mas colocando a política de parte, a Seleção da Sérvia apresenta no Mundial da Rússia uma equipa que mistura um grande leque de jovens prodígios (Aleksandr Mitrovic, Sergej Milinkovic-Savic, Nemanja Maksimovic ou Andrija Zivkovic, por exemplo) e um conjunto de nomes já mais consagrados (Vladimir Stojkovic, Nemanja Matic, Dusan Tadic ou Antonio Rukavina, por exemplo) para poderem ter uma boa prestação, em primeiro lugar, na fase de grupos do certame russo. 
E esta nova fornada de craques do futebol sérvio levou a Seleção da Sérvia a terminar o seu grupo, na Fase de Qualificação, em primeiro lugar, ficando à frente da República da Irlanda, do País de Gales, da Áustria, da Geórgia e da Moldávia, somando 6 vitórias, 3 empates, 1 derrota, 20 golos marcados, 10 sofridos e 21 pontos em 10 jogos realizados. 
Agora na fase de grupos do Campeonato do Mundo de 2018, a Seleção da Sérvia quererá fazer uma boa prestação, até porque está num grupo com Brasil, Suíça e Costa Rica. Ainda assim, esta seleção sérvia tem muita qualidade e não se pode desprezar. Os olheiros dos clubes estarão de bloco de notas em riste para anotarem alguns nomes. 

Estrela da Equipa: Nemanja Matic (Manchester United): Com passagem pelo FC VSS Kosice, Chelsea, Vitesse e Benfica, Nemanja Matic é a grande figura do Manchester United e da Seleção da Sérvia. Ótimo recuperador de bolas, Matic sabe sair dos confrontos com os adversários com a bola dominada, acabando por dar início a contra-ataque perigosos. Sendo médio-defensivo dá um apoio muito forte nas tarefas defensivas, mas também vai muitas vezes à grande área contrária marcar golos decisivos, seja nos Red Devils, seja na seleção sérvia. No Campeonato do Mundo de 2018 todos os adeptos esperam ver um Nemanja Matic ao seu melhor nível, como já mostrou no Benfica e no Manchester United, e também na fase de qualificação para este Mundial.  

Jogador a Seguir: Sergej Milinkovic-Savic (Lazio de Roma): Líder da nova geração do futebol sérvio, Sergej Milinkovic-Savic é a nova coqueluche da Seleção da Sérvia e é o jogador que mais atenção poderá despertar neste Mundial de 2018. Muito forte no jogo aéreo, graças aos seus 1,91 metros de altura, este craque sérvio é forte fisicamente, sendo imparável no um para um, é veloz, é um exímio marcador de bolas paradas, sejam livres diretos ou pontapés de canto, tem mobilidade, determinação e finalização em grande nível. Aos 23 anos de idade, Milinkovic-Savic tem neste Campeonato do Mundo a oportunidade de ouro para se mostrar ao grande público e a todos os olheiros e treinadores de clubes do Velho Continente. Poderá ser um jackpot para os cofres da Lazio de Roma. 

Selecionador: Mladen Krstajic (sérvio, 44 anos): Adjunto de Slavoljub Muslin em grande parte da qualificação, Mladen Krstajic assumiu o cargo de selecionador da Sérvia, de forma interina, após a saída de Muslin, mas a Federação da Sérvia acabou por confirmá-lo, apenas, até ao final do Mundial de 2018. Krstajic tem optado pelo sistema tático 4x1x4x1, mas vai alternando para 4x2x3x1 nos jogos de preparação da seleção sérvia. Dada a pouca experiência que tem como treinador/selecionador, aposta neste jovem técnico, de 44 anos de idade, pode ser tanto um risco como uma lufada de ar fresco. Mladen Krstajic irá construir a equipa titular da Seleção da Sérvia à volta da jovem coqueluche do futebol dos Balcãs: Sergej Milinkovic-Savic. 

Equipa-Tipo: Vladimir Stojkovic, Antonio Rukavina, Branislav Ivanovic, Nikola Maksimovic, Aleksandr Kolarov; Nemanja Matic; Mijat Gacinovic, Sergej Milinkovic-Savic; Andrija Zivkovic, Dusan Tadic; Aleksandr Mitrovic. 

Selecionador: Mladen Krstajic

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

Scouting: Jorge Fellipe

Convocatória de Rui Vitória para o Bonfim sem qualquer novidade