Seleção do Senegal: leões à solta na Europa de Leste

Resultado de imagem para senegal mundial 2018Pela segunda vez, na sua história, a Seleção do Senegal vai participar num Campeonato do Mundo e, desta vez, leva uma equipa cheia de grandes jogadores, em que a larga maioria joga no futebol do Velho Continente, como são os casos de Sadio Mané (Liverpool), Moussa Sow (Bursaspor), Keita Baldé (AS Mónaco), Santi Ngom (Nantes), por exemplo.
Sob a orientação de Aliou Cissé, que foi também jogador da seleção dos leões, o Senegal quer intrometer-se entre a Colômbia, a Polónia e o Japão na luta pelo apuramento para os oitavos-de-final, tendo em conta que poderão igualar a marca deixado no Mundial de 2002 (no Mundial da Coreia do Sul e do Japão, os senegaleses atingiram os quartos-de-final da competição). Com uma forte envergadura física, a equipa senegalesa irá confiar na inspiração de Sadio Mané e nos remates certeiros o goleador Moussa Sow. 
No que toca à Fase de Qualificação, para este Campeonato do Mundo, a Seleção do Senegal terminou o seu grupo em primeiro lugar, à frente de Burkina Faso, de Cabo Verde e da África do Sul, somando 4 vitórias, 2 empates, 0 derrotas, 10 golos marcados, 3 sofridos e 14 pontos conquistados em 6 jogos disputados. Agora, no Mundial de 2018, o selecionador Aliou Cissé terá a missão de orientar a sua seleção num dos grupos mais equilibrados do certame e onde qualquer equipa pode passar aos oitavos-de-final da competição. 

Estrela da Equipa: Sadio Mané (Liverpool): Depois de perder a final da Liga dos Campeões para o Real Madrid, onde até marcou o golo de honra dos Reds, e se ter sagrado Vice-Campeão Europeu, Sadio Mané chega ao Rússia'2018 com toda a vontade de partir a loiça toda já nesta fase de grupos do Mundial. Rápido e explosivo, o craque do Liverpool tem mudanças de ritmo endiabradas e uma capacidade de drible poderosa. Além disso tudo, Sadio Mané melhorou a sua finalização, como comprovam os 20 golos apontados em 44 jogos, e tornou-se um jogador muito mais maduro sob a orientação de Jürgen Klopp. Por natureza joga como extremo-esquerdo, mas também costuma passar muito tempo no lado direito ou, até, como segundo avançado quando participa em jogos de menor grau de dificuldade. Aos 26 anos de idade, uma boa prestação de Mané, nesta competição, poderá permitir-lhe uma mudança para um clube ainda maior que o Liverpool.

Jogador a Seguir: Ismaila Sarr (Rennes): Com passagem pelos senegaleses do Génération Foot e dos franceses do Metz, Ismaila Sarr é a nova coqueluche da Seleção do Senegal e do Rennes. Comparado muitas vezes a Sadio Mané, que substituiu na CAN2017, o jovem craque senegalês tem velocidade, poder de drible, explosão e mudanças de ritmo também endiabradas, mas tem melhorar a sua capacidade de finalização. Extremo-esquerdo de origem, Ismaila Sarr pode também jogar flanco direito ou como avançado na frente de ataque. Irá participar naquele que será o seu primeiro Campeonato do Mundo e uma boa prestação nesta prova poderá abrir-lhe novas portas no futebol europeu, podendo, assim, mudar-se para um clubes mais ambiciosos e maiores que o Rennes. É, sem dúvida, um dos nomes para seguir com muita atenção neste Mundial de 2018.  

Selecionador: Aliou Cissé (senegalês, 42 anos): Em 2002, quando o Senegal chegou aos quartos-de-final do Mundial da Coreia do Sul e do Japão, Aliou Cissé era o capitão dessa grande seleção senegalesa (onde jogavam também grandes nomes, como, por exemplo, Bouba Diop, Khalilou Fadiga, Henri Camara, El-Hadji Dioud ou Tony Silva). Aos 42 anos de idade, o selecionador senegalês tem os jogadores do seu lado, o que é uma coisa muito importante quando se fala em seleções africanas. Como jogador teve uma carreira construída no Velho Continente, por isso é normal que a identidade e o estilo de jogo implementados sejam semelhantes aos das equipas europeias, onde a grande maioria dos jogadores senegaleses atuam. E isso ajuda sempre.

Equipa-Tipo: Khadim N'Diaye, Moussa Wagué, Kalidou Koulibaly, Kara Mbodj, Adama Mbengue; Cheikhou Kouyaté, Idrissa Guèye, Cheikh N'Doye; Sadio Mané, Keita Baldé, Moussa Sow. 

Selecionador: Aliou Cissé

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

Vai dar que falar... Léo Jabá

Scouting: Jorge Fellipe