Portugal e Espanha empatam num jogo de loucos no Mundial de 2018

 http://www.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/5b241a8e0cf29778fd20529a/1024
PORTUGAL 3-3 ESPANHA
 (Cristiano Ronaldo 4', 44' e 88'; Diego Costa 24' e 55' e Nacho Fernández 58')

Hoje, no Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi, a Seleção Nacional e a Seleção de Espanha empataram a três golos naquele que foi o jogo mais louco de todo este Campeonato do Mundo de 2018, na Rússia, até ao momento. O destaque desta partida vai, claramente, para a boa exibição das duas equipas, onde mostraram uma eficácia gritante, para os três golos de Cristiano Ronaldo, para os dois golos de Diego Costa e para o golaço de Nacho Fernández.   

GOLOS 

4' - PORTUGAL: Penalti marcado por Cristiano Ronaldo - Na conversão de uma grande penalidade, a castigar uma falta de Nacho Fernández sobre o próprio CR7, na grande área espanhola, o avançado do Real Madrid rematou o esférico para o lado contrário de David de Gea, que se atirou para o seu lado direito. Estava feito o 1-0 para a Seleção Nacional. 

24' - ESPANHA: Golo de Diego Costa - Depois de ganhar a bola a Pepe, com uma cotovelada, Diego Costa avançou para a grande área portuguesa, bailou à frente dos defesas lusos e atirou a contar para a baliza de Rui Patrício, que não teve qualquer hipótese de defesa, e restabeleceu o empate no jogo desta noite (1-1). 

44' - PORTUGAL: Golo de Cristiano Ronaldo - Na sequência de um excelente passe de Gonçalo Guedes para Cristiano Ronaldo, o avançado português remata à entrada da grande área, da seleção espanhola, a bola bate nas mãos de David de Gea e vai anichar-se no fundo das redes da seleção hispânica, colocando o resultado em 2-1 a favor do Campeão Europeu. 

55' - ESPANHA: Golo de Diego Costa - Após a marcação de um livre direto, muito bem estudado pela La Roja, Sergio Busquets antecipa-se a Gonçalo Guedes e cabeceia para a pequena área, onde aparece o avançado do Atlético de Madrid, à boca da baliza, a colocar o esférico no interior da baliza da seleção portuguesa e empatando o jogo (2-2). 

58' - ESPANHA: Golo de Nacho Fernández - Numa boa jogada ofensiva, pelo lado esquerdo do ataque espanhol, David Silva cruza para o lado oposto, onde não aparece ninguém da equipa nacional a importunar, e o jogador do Real Madrid apanha a bola a jeito e disfere um remate fortíssimo, para a baliza de Patrício, que bate no poste e só pára no fundo das redes, colocando o placard em 2-3 para a Roja.    

88' - PORTUGAL: Golo de Cristiano Ronaldo - NASCEU UMA OBRA DE ARTE. Na sequência de uma falta à entrada da grande área espanhola, a favorecer Portugal, Cristiano Ronaldo marcou o livre direto de forma sublime, deixando David de Gea pregado ao chão, e colocando o resultado final em 3-3 para a seleção Campeã Europeia. 

DESTAQUES

Cristiano Ronaldo - Três golos, uma obra de arte a fechar o jogo e uma exibição monstruosa hoje em Sochi. 

Rui Patrício - Sem culpa nos três golos sofridos, o ex-guarda-redes do Sporting tentou sempre evitar os golos espanhóis. 

Bruno Fernandes - Hoje o médio português fez uma exibição um pouco apática e não esteve ao melhor nível. 

Bernardo Silva - Tal como Bruno Fernandes, também o jogador do Manchester City passou muito ao lado do jogo

Diego Costa - Marcou dois golos, mas ainda mostrou o seu mau caráter tão caraterístico em si. 

Nacho Fernández - Foi o autor da falta que deu o golo de grande penalidade a CR7, mas foi o autor de um grande golo na segunda parte. 

David de Gea  - Pela negativa, o guarda-redes do Manchester United foi a figura nos três golos de Cristiano Ronaldo. 


Homem do jogo da parte de Portugal: Cristiano Ronaldo
Homem do jogo da parte da Espanha: Nacho Fernández  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Vai dar que falar... João Virgínia

Scouting: Jorge Fellipe

Convocatória de Rui Vitória para o Bonfim sem qualquer novidade